Curta a nossa página no FACEBOOK:

Rádio 911


O programa Sua Vida Vale Muito é resultado da união de esforços do GDF, de voluntários e de instituições parceiras

Fotos: Divulgação/Sejus.

Em dois dias de evento, o programa Sua Vida Vale Muito, da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), realizou aproximadamente 2 mil atendimentos de saúde e bem-estar em Água Quente, no Recanto das Emas, localizada a 50km do Palácio do Buriti. A ação levou médicos, técnicos de enfermagem, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, dentistas, nutricionistas, entre outros profissionais para atenderem gratuitamente os moradores do local, neste sábado (23) e na sexta-feira (22).

Em alusão à campanha internacional do Outubro Rosa, o programa ofereceu serviços voltados à saúde da mulher, com exames de mamografia e orientações sobre prevenção ao câncer de mama. Além disso, a população contou também com os serviços do Na Hora, emissão de RG pela Polícia Civil, corte de cabelo e vacinação contra a gripe e a Covid-19 (terceira dose da vacina para os idosos).

Segundo a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, o sucesso do programa é resultado da união de esforços do governo, de voluntários e de instituições parceiras. “Somos um governo só e quando nos unimos com pessoas do bem para trazer o melhor serviço até a população o resultado é este: gente sendo respeitada, com atendimento de qualidade e garantia de direitos. Isso é cidadania”, afirmou.

A secretária também agradeceu a todos que contribuíram com a realização do evento. “Nada disso seria possível sem os voluntários e as instituições parceiras, que estão em nossos eventos, doando sua habilidade, seu tempo e energia. Quem ganha é a população do DF“, acrescentou Marcela Passamani.

Para a estudante de enfermagem Kelly Sousa, voluntária na tenda onde foram montados os atendimentos de fisioterapia, ventosaterapia, acupuntura e massagem, o evento foi uma oportunidade de aprendizado e para colocar em prática seus conhecimentos. “Eu aplico a técnica de ventosa, que auxilia na amplitude dos movimentos e tira as tensões musculares, por exemplo. Entre um atendimento e outro, também consigo aproveitar o evento, até tomei a vacina da gripe”, comenta a estudante.

Quem vive na região ficou surpreso com a estrutura e a quantidade de serviços disponíveis, como a costureira Jaciara Pereira. Ela passou pela fisioterapia, ônibus da Polícia Civil para tirar a primeira via do RG para as duas filhas, assistência social e odontologia. “O atendimento foi perfeito! Eu moro aqui há seis anos e nunca tinha visto uma ação como esta aqui, que oferece tudo o que a população está precisando em um lugar só, de fácil acesso e com pessoas muito educadas e atenciosas para nos atender”, ressalta.

A estudante Amanda Costa aproveitou a passagem pelo programa para fazer avaliação nutricional, acupuntura e atendimento psicológico. “É muito importante esse tipo de ação para a sociedade, porque não tem muita coisa nessa região e o hospital fica longe”.

Sobre o programa

Criado em 2020, o Sua Vida Vale Muito já realizou cerca de 15 mil atendimentos em diferentes Regiões Administrativas do Distrito Federal, como Itapoã, Recanto das Emas, Ceilândia, Estrutural, Sobradinho II, São Sebastião, Samambaia, Santa Maria, Rodoviária do Plano Piloto, Fercal e Brazlândia.

O evento recebe apoio de outros órgãos públicos, sociedade civil e voluntários. Nesta edição os parceiros são: Secretaria de Saúde, Polícia Civil, Sesc, BRB, Caesb, Instituto Ana Hickmann, CRO-DF, SLU, Codhab, Novacap, Secretaria de Segurança Pública, Hospital Vista Catarata, Faculdade Anhanguera, CBMDF, SW Studio Barbearia, Instituito Rita Trindade, entre outros.

A próxima ação itinerante da Secretaria será com o programa Sejus Mais Perto do Cidadão, em Planaltina, nos dias 05 e 06 de novembro.
Fim de semana festivo teve lançamento de exposições, concerto e inauguração da reforma da Biblioteca Marieta Telles e do Palácio da Cultura, na Praça Universitária

Prefeito Rogério Cruz e Secretário Zander Fábio (Secult) com todos os artistas do Projeto Art Door em comemoração ao aniversário de Goiânia (Fotos: Jackson Rodrigues)

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), comemorou os 88 anos da Capital com a realização de vários eventos na área cultural. A tarde do domingo (24/10) foi marcada pela reabertura da Biblioteca Municipal Marieta Telles e do Palácio da Cultura, na Praça Universitária, após manutenção realizada com o investimento municipal de cerca de 1 milhão de reais.

O evento de reabertura contou também com a entrega de 4 mil livros das edições de 2019 e 2020 do Prêmio Bolsa de Publicações Hugo de Carvalho Ramos, o mais antigo concurso/prêmio literário brasileiro em atividade e o mais importante de Goiás, promovido pela Prefeitura de Goiânia, com organização da União Brasileira de Escritores Seção Goiás (UBE-GO).

"Temos a oportunidade de apresentar aqui parte da nossa história com um enorme acervo ao alcance de todos. Um local renovado para toda a comunidade goianiense. Agradeço muito o empenho de todos os envolvidos, vereador Anselmo Pereira, secretário Zander Fábio e aos estudantes que lutaram tanto pela realização dessa manutenção. Viva a nossa Goiânia, viva a nossa Cultura", afirmou o prefeito Rogério Cruz.

Inauguração da Reforma do Palácio da CulturaInauguração da Biblioteca Marieta Telles Machado

De acordo com o secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, o local está entregue para o uso da população e será "palco" para muitos eventos da prefeitura. "Em breve teremos a volta do Chorinho, que, agora, será realizado em vários pontos da cidade, além do Grande Hotel. Temos o projeto de colocar um cyber café, além de outras propostas como festivais, feiras e outros. Anunciamos hoje em primeira mão que aqui teremos o 'farol tecnológico" também. Enfim, uma grande conquista para todos nós e uma enorme satisfação para a Secult participar deste momento em um dia tão especial, o aniversário de Goiânia. Uma biblioteca municipal é um tesouro de uma cidade", pontuou o titular da Pasta.

E teve quem marcou presença na cerimônia de reabertura especialmente para agradecer à Prefeitura pela manutenção do local. "Eu vi isso aqui em uma situação de abandono. Era muito triste, ver a situação degradante deste lugar que estava subaproveitado. Moro no Setor Universitário há cerca de seis anos e esperava muito ver isso. Estou muito feliz em ver isso aqui hoje, limpo, bonito, bem cuidado. Parabéns para Goiânia e, em especial, à Prefeitura de Goiânia por esse projeto", comemorou o aposentado João Antônio Peixoto, 67 anos.

Também esteve no evento celebrativo, o representante do DCE da UFG, João Pedro Mascarenhas. "Um marco para nós estudantes de luta, assim como Honestino Guimarães, que dá nome a esta praça, pois foi um grande lutador do movimento estudantil. Estamos sempre lutando pela Educação e esse ambiente é muito significativo para nós, universitários. Um ambiente cultural, artístico, esportivo, e com a retomada da biblioteca isso melhora ainda mais, já que nada é mais importante para o estuante que um espaço destinado ao estudo. Nós, do DCE, nos comprometemos em zelar deste espaço tão importante para nós", afirmou.

Visita ao Palácio da Cultura

ParabénsGoiânia!

A Orquestra Sinfônica de Goiânia não deixou de prestar verdadeiros espetáculos em homenagem à Capital. Um concerto especial foi realizado na manhã do domingo (24/10), no Teatro Goiânia, com a participação especial dos cantores goianos Maíra Lemos, Tom Chris e Maria Eugênia. Arranjos inéditos e músicas especiais levantaram a plateia.

A programação festiva da Orquestra segue durante a semana com apresentação do Coro Sinfônico de Goiânia na terça (26/10), às 20h, na Catedral Metropolitana; e na quinta (28/10), às 20h, no Teatro Goiânia, a Orquestra Jovem Joaquim Jayme com o Coro Juvenil de Goiânia.

Prefeito Rogério Cruz com o artista Amaury Menezes no lançamento da Exposição Art Door

Goiânia Arte Door

No sábado (23/10), a programação do aniversário de Goiânia foi marcada pelo lançamento da exposição Goiânia Arte Door, realizado no Saguão do Paço Municipal, com a presença de grandes nomes da cultura goiana, como Amaury Menezes e Miguel Jorge. O projeto reuniu 88 obras, de 88 artistas que estão sendo espalhadas em 88 out doors na cidade, ao logo do mês de outubro. "Algo inédito em Goiânia e é a única forma de democratizar a arte. Levando arte até o povo e não esperando o povo vir até a arte. Meus parabéns à Prefeitura de Goiânia", afirmou Amaury Menezes, um dos artistas expositores.

Art Door de Alexandre Liah, um dos 88 em homenagem ao aniversário de Goiânia, no Paço Municipal (Fotos: Jackson Rodrigues)

Lívia Máximo, editoria de Cultura

A Prefeitura de Cidade Ocidental-GO abre 209 vagas em vários cargos de níveis fundamental, médio e superior. As inscrições prosseguem até o dia 25 de outubro



A Prefeitura de Cidade Ocidental, no estado de Goiás está realizando um novo processo seletivo para preencher 209 vagas e formar um cadastro reserva cargos de níveis fundamental, médio e superior para atuação na Secretaria Municipal de Educação para trabalhar em caráter temporário, no ano letivo de 2022, podendo ser prorrogado para o ano letivo de 2023.

As oportunidades são para Auxiliar de Serviços Gerais (15). Merendeira (9), Agente Administrativo (14), Fonoaudiólogo (2), Psicólogo (2), Professor de Ciências (7), Professor de Geografia (6), Professor de Espanhol/ Conversação (1), Professor de Inglês/ Conversação (3), Professor de Pedagogia (108), Professor de Matemática (11), Professor de Inglês (7), Professor de Educação Física (4), Professor de História (4), Professor de Língua Portuguesa (12), Professor de Artes (2) e Professor de Língua Brasileira de Sinais - Libras (2).

Os salários variam entre R$ 1.149,72 e R$ 2.944,95, por regime de trabalho de 20 e 40 horas por semana.

Inscrições abertas
As inscrições podem ser realizadas até o dia 25 de outubro de 2021, pela internet, por meio do endereço eletrônico www.cidadeocidental.go.gov.br. Não será cobrada taxa de inscrição.

Provas
A seleção dos candidatos será feita por meio de provas objetivas com questões de língua portuguesa, matemática e noções de informática. As provas ocorrem no dia 07 de novembro, nos locais e horários divulgados no dia 03 de novembro.

O prazo de validade do presente processo seletivo simplificado será de um ano, a contar da data de sua homologação, prorrogável por igual período, a critério da administração.



A ministra Flávia Arruda esteve em  Samambaia na noite deste sábado (23) para celebrar com a comunidade os 32 anos da região administrativa. O jantar com pioneiros homenageou os moradores que fundaram a cidade e personalidade que contribuíram para o desenvolvimento do local

Fotos: José Roberto Arruda.

"Eu tenho grandes amigos em Samambaia. Vivemos juntos muitas histórias, conheço a garra destas famílias, destes comerciantes e tenho um orgulho enorme de poder continuar ao lado deles contribuindo com meu trabalho e com minha amizade. Hoje é um dia de festa!", destacou Flávia Arruda, deputada federal licenciada que hoje chefia a Secretaria de Governo da Presidência da República.

Ao lado do administrador, Gustavo Aires, Flávia reforçou o compromisso de garantir recursos para a ampliação do metrô. O projeto prevê uma estação na expansão de Samambaia.

Durante o evento, realizado na Feira Permanente, a ministra também lembrou da importância do governador Roriz para a história de Samambaia, sua visão de capital acolhedora e de oportunidade que devia garantir moradia para todos. O ex-governador Arruda também acompanhou o jantar. Em sua gestão foi criada a expansão e ampliados equipamentos públicos na cidade.


Mesmo bastante desfalcado em todos os setores (Nino, Gabriel Teixeira, Fred, Bobadilla, etc.), o Fluminense fez a obrigação de ganhar de um velho freguês


Por Raimundo Ribeiro

Só neste ano disputamos 6 FlaxFlu, ganhamos 4, empatamos 1 e deu zebra no outro.

Ainda assim, apesar dos números,  os "comentaristas " da globo flamengo negam os fatos, preferindo enganar os que não entendem de futebol.

A esses números nos profissionais some-se os resultados da base, onde o Fluminense é campeão no sub 15, sub 17 e sub 20.
 
Aí vira covardia, mas os números não mentem; quem mente são os torcedores fantasiados de "comentaristas", ventríloquos da globolixo.

Reposta a verdade, vamos ao jogo:
Enquanto o adversário ficava maior tempo com a bola sem saber o que fazer, JK(menino promissor, mas que ainda precisa aperfeiçoar alguns fundamentos) fez 1x0 aos 16 minutos.
 
Quando resolveu atacar, levou perigo e perdeu mais um gol.

No segundo tempo, o panorama continuou igual e quando o Fluminense resolveu atacar fez 2x0.

Se tivesse ambição, era jogo para golear, fazer 5, 6, 7 gols tal a fragilidade do sistema defensivo do adversário.

Some-se a isso a facilidade de Luiz Henrique passar como quer(quando resolve atacar), e a de JK fazer gols nesse time adversário.

Esse garoto tem vocação para fazer gol neles.

O time repetiu velhos erros, marcando na intermediária defensiva e à distância.

Além disso, falta ambição de massacrar o adversário, como se interessasse apenas ganhar; não, é necessário ganhar e ganhar bem massacrando o adversário durante 90 minutos.

O espetáculo é jogar bem, fazer muitos gols e consequentemente ser vitorioso.

E os jogadores do Fluminense tem todas as condições de fazer isso, bastando ver os números acima, isto é, se sem ambição, marcando mal e errado ganhamos sempre do time que os "comentaristas" dizem ser um dos melhores, imaginem quando corrigirmos a marcação e ter ambição. Vai ser um massacre em todos os jogos.

Independentemente dos velhos defeitos apresentados, o Fluminense foi superior em todos os aspectos que interessam ao futebol:

Fez 3 gols, perdeu vários, levou um gol em que o adversário chutou errado, e taticamente Marcão armou o time melhor que o técnico adversário (o que também não é nenhuma vantagem, pois o técnico adversário é muito fraco no aspecto tático).

Agora, é esperar que Marcão aprenda que, se o time quiser ganhar, basta jogar pra frente, atacando os 90 minutos, pois temos bons jogadores e o adversário é apenas um tigre de papel construído pelos "comentaristas".

Na hora que alguém ousa atacar, ganha até com facilidade, como aconteceu hoje.

Quarta-feira vamos enfrentar o Santos e se tiver coragem de querer ganhar, entraremos no G6.

Bora FLUZÃO!
*Raimundo Ribeiro é apaixonado por futebol e naturalmente tricolor.



O Dia do Comerciário é comemorado em 30 de outubro e, por isso, o Sesc-DF, em parceria com o Senac-DF, traz diversas atividades durante uma semana para que trabalhadores do comércio e seus dependentes possam celebrar a data de forma gratuita. As áreas de saúde, nutrição, esporte, lazer, cultura e turismo oferecerão benefícios exclusivos entre os dias 25 e 31 de outubro, em todas as unidades do Sesc-DF


  Durante uma semana, os clientes terão acesso a descontos de 50% nas marmitas dos restaurantes do Sesc Guará, Gama, Taguatinga Norte, Ceilândia e Setor Comercial Sul; 50% na primeira mensalidade para novos alunos nas atividades físicas, mediante disponibilidade de vagas. Além disso, haverá sorteio de consultas odontológicas e consultas médicas para os comerciários.

De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio-DF, José Aparecido da Costa Freire, a missão principal do Sesc-DF é atender aos comerciários, que são a razão de existência da instituição. "A partir do momento que assumi a presidência da Fecomércio-DF e do Conselho Regional do Sesc-DF comecei a trabalhar na aproximação da instituição aos comerciários. Temos que prestigiar esse público e mostrar todos os serviços que são oferecidos como odontologia, saúde, clubes, entre outros. A ideia é deixar o Sesc-DF cada vez mais perto dos comerciários locais", afirma.
  

Fotos: André Fernandes.

O Senac também será parceiro da Semana do Comerciário ofertando serviços como auriculoterapia, massage quick, reflexologia, cabeleireiro, barbeiro, maquiagem, esmaltação e design de sobrancelhas. As equipes da instituição estarão na unidade do Guará nos dias 25, 27 e 29 de outubro e no Sesc Ceilândia nos dias 26 e 28 de outubro.

Descontos do mês do comerciário
De 25 a 31 de outubro
Nutrição:
50% de desconto nas marmitas!
Restaurantes do Sesc Guará, Gama, Taguatinga Norte, Ceilândia e SCS
Desconto apenas para os comerciários.


Esporte:
50% na primeira mensalidade para novos alunos nas atividades físicas, mediante disponibilidade de vagas.
Desconto apenas para os comerciários.

Odontologia:
Sorteio de consultas odontológicas e consultas médicas para os comerciários que participarem na Mostra dos 5 Sentidos. A mostra será realizada em todas as unidades do Sesc.


Turismo:
-Passeios gratuitos para os comerciários mediante sorteio
Brasília Fotográfica – 30/10
Biketour – 31/10
-40% Descontos exclusivos para roteiros comercializados no período de 25 a 30 de outubro
Promoção válida apenas para os comerciários.

Cultura:
Apresentações musicais ao vivo nos clubes do Sesc Taguatinga Norte, Guará, Taguatinga Sul, Gama e Ceilândia no dia 31 de outubro das 10h às 14h.


Atividades Senac:
Serviços de auriculoterapia, massage quick, reflexologia, cabeleireiro, barbeiro, maquiagem, esmaltação e design de sobrancelhas
Sesc Guará: 25, 27 e 29/10
Sesc Ceilândia: 26 e 28/10
Das 9h às 17h
Atendimento presencial nos cartórios eleitorais continua suspenso, mas eleitor fazer a transferência pelo sistema Título Net



Que tal aproveitar 2021, ano não eleitoral, para regularizar o título de eleitor? Apesar de o atendimento presencial nos cartórios ainda estar suspenso em razão da pandemia de Covid-19, diversos serviços podem ser solicitados pela internet. Entre eles, a transferência de domicílio eleitoral.

Se o eleitor mudou de cidade e pretende votar, nas próximas eleições, para escolher o novo presidente da República, além de novos governadores, senadores e deputados, deve se antecipar para resolver pendências com a Justiça Eleitoral. Isso porque o fechamento do cadastro ocorre 151 dias antes do pleito, ou seja, quem não regularizar a situação até maio de 2022 poderá ficar impedido de votar.

Assista vídeo sobre o assunto no Canal do TSE: https://www.youtube.com/watch?v=eYC23SnuF-Y

O serviço disponível na internet deve ser feito por meio do sistema Título Net, onde é possível também emitir a primeira e segunda via do documento.

Passo a passo
É importante estar atento a algumas orientações para garantir maior agilidade no processamento do pedido. Antes de iniciar o requerimento, o eleitor deve verificar se está em situação irregular e se tem multas eleitorais para pagar. Havendo débitos, ele deve emitir a guia e realizar o pagamento antes de solicitar atendimento. Essa guia pode ser paga em qualquer agência ou caixa eletrônico do Banco do Brasil, mesmo para quem não é cliente da instituição.

Ao preencher o formulário, o eleitor deve inserir seus dados corretamente, exatamente como constam em seus documentos, tomando o cuidado de digitar todos os nomes por extenso, sem abreviação. Atenção especial ao informar e-mail e telefone, pois é por esses meios que o cartório eleitoral entrará em contato caso seja necessário esclarecer alguma informação.

Transferência de domicílio eleitoral

Para solicitar a transferência do domicílio eleitoral, o primeiro passo é digitalizar um comprovante de residência e um documento de identificação oficial com foto. Depois, é só acessar o site do TSE ou do TRE local, clicar na aba "Eleitor e eleições", entrar em "Título eleitoral" e escolher a opção "Tire seu título". Por fim, é preciso acessar o link "Iniciar seu atendimento remoto". https://cad-app-titulonet.tse.jus.br/titulonet/novoRequerimento

Ao finalizar o preenchimento do formulário, será informado um número de protocolo para o eleitor acompanhar o andamento. O sistema enviará os dados ao cartório responsável, e o requerimento levará alguns dias para ser processado. O prazo depende do volume de pedidos recebidos por cada cartório.

Após o processamento do pedido, não será enviada via impressa do título para a casa do eleitor. Ele poderá consultar os dados do seu cadastro no site do tribunal ou instalando o aplicativo e-Título no celular.

Requisitos
Para requerer a transferência, é necessário que o eleitor resida há pelo menos três meses no novo município e já tenha transcorrido, no mínimo, um ano da data do seu alistamento eleitoral ou da última transferência do título. Somente se isenta desse critério o eleitor servidor público civil, militar e autárquico, ou membros da família, que por motivo de remoção ou transferência tenha mudado de domicílio.

O eleitor que pretende transferir o título não pode ter condenação criminal cuja pena não tenha sido integralmente cumprida nem ter condenação por improbidade administrativa cuja pena de suspensão de direitos políticos não tenha sido cumprida. Além disso, não pode ter pendência no cadastro eleitoral referente a não apresentação de prestação de contas de campanha eleitoral nem ter débitos pecuniários com a Justiça Eleitoral.

Mudança para o exterior
No caso dos eleitores que se mudaram para outro país, o pedido de transferência de domicílio eleitoral deve ser feito à embaixada ou à repartição consular brasileira vinculada ao local do novo endereço. O pedido será encaminhado, para exame, ao juiz da Zona Eleitoral do Exterior (Zona ZZ), em Brasília (DF). Se a transferência for aceita, o título será remetido ao posto consular em que foi requerido. A partir daí, o eleitor inscrito no exterior poderá participar das Eleições 2022, mas apenas na eleição para o cargo de presidente da República.
Com aporte de R$ 2 milhões, o festejo terá programação em modo drive-in nas regiões Norte, Sul, Leste e Central do DF



Com o objetivo de desenhar e executar os festejos de fim de ano, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) publicou, no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta sexta-feira (22), o resultado final do edital n° 23/2021, que vai celebrar o Réveillon de forma segura e com atrações culturais de qualidade.

"É a volta gradual para as atividades presenciais, sem risco de aglomerações que naturalmente fazem parte da natureza dos festejos de fim de ano"Bartolomeu Rodrigues, secretário de Cultura e Economia Criativa

Com 18 pontos obtidos, a Organização da Sociedade Civil (OSC) Associação dos Defensores das Culturas Regionais do Distrito Federal (ADCR) foi selecionada como responsável pela realização do Viva 2022, que vai levar atrações musicais a regiões administrativas estratégicas durante sete dias do mês de dezembro.

Com aporte de R$ 2 milhões, o festejo terá programação nas regiões Norte, Sul, Leste e Central do DF. As cidades cotadas para receber a festa são Paranoá, Gama, Samambaia, São Sebastião e o Plano Piloto. Em formato drive-in, o evento visa garantir o acesso seguro às atividades artísticas no Réveillon, durante o período pandêmico.

"É a volta gradual para as atividades presenciais, sem risco de aglomerações que naturalmente fazem parte da natureza dos festejos de fim de ano", observou o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues.

A OSC selecionada tem o prazo de sete dias corridos, contados a partir desta sexta-feira (22), para encaminhar a documentação de habilitação constante no item 10 do edital. Os documentos devem ser encaminhados para o e-mail protocolo@cultura.df.gov.br.

Dúvidas sobre o processo podem ser esclarecidas por meio de contato com a Subsecretaria de Difusão e Diversidade Cultural, pelos telefones (61) 3225-6268 e 99119-0610; ou pelo e-mail sddc@cultura.df.gov.br.


Duas foram removidas ao depósito. A operação busca promover maior segurança na condução de escolares

Foto: Marcelo Oliveira.

O Departamento de Trânsito realizou, na manhã  desta sexta-feira (22), operação com foco em veículos que efetuam o transporte escolar na região do Riacho Fundo II. A fiscalização visa promover a segurança de crianças e jovens que utilizam o serviço para deslocamento até escolas, cursos e faculdades.

Durante a abordagem, os agentes do Detran observam, além da documentação regular, o estado dos cintos de segurança, dos pneus, as condições dos veículos, entre outros quesitos exigidos pela legislação.

Ao todo, foram abordados 19 veículos de transporte escolar e registradas 9 autuações por infrações de trânsito. Duas vans foram removidas ao depósito do Detran.

A operação foi coordenada pela Copol Sul e contou com apoio do BPtran, da Polícia Militar.


Caiado durante entrega de 227 Chromebooks a alunos da 3° série do Ensino Médio "É tablet e computador e vai facilitar aos jovens acessar o que é necessário para estudar e avançar na profissão futura"

Foto: Renan Santos.

O governador Ronaldo Caiado esteve em Caldas Novas, nesta quinta-feira (21/10), onde cumpriu extensa agenda durante o aniversário de 110 anos do município. Ele repassou Chromebooks a estudantes e entregou a sede do 7º Comando Regional Bombeiro Militar, viaturas e equipamentos à corporação. Também inaugurou a Delegacia Regional de Caldas Novas (19ª DRP) e a Delegacia Especializada no Atendimento ao Turista de Caldas Novas e Rio Quente (Detur).

"É o maior polo turístico não só de Goiás, mas de águas termais da América Latina. Uma cidade que chega aos 110 anos de história, de construções", declarou o governador durante a entrega de série de benefícios. Ele mencionou, ainda, as dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, bem como a retomada que está em curso, o que representa uma volta por cima. "Investimentos estão chegando aqui. O turismo está se recuperando, e a cidade vai crescer. Caldas Novas é, indiscutivelmente, uma das melhores opções turísticas que nós temos no Brasil", destacou.

No primeiro evento no município, no Colégio Estadual Delcides Ferreira de Morais, o governador entregou 227 Chromebooks para alunos da 3° série do Ensino Médio. Em discurso, destacou a importância de investimentos na educação, principalmente para os mais vulneráveis. "Precisamos ter consciência de que essa é a única maneira de não termos, nas próximas gerações, um nível de pobreza que temos hoje. Então, precisamos nos empenhar para que a educação do nosso Estado seja a melhor do país, para que as pessoas aqui formadas tenham uma profissão e a capacidade de ganhar o seu dia a dia", ressaltou.

Caiado ainda pontuou que cada equipamento entregue está avaliado em mais de R$ 2 mil. "É o que existe de melhor. É tablet e computador e vai facilitar o acesso ao que é necessário para estudar e avançar na profissão futura", incentivou. O governador ainda frisou os investimentos no setor para Caldas e região. Foram destinados mais de R$ 12 milhões ao município e mais de R$ 30 milhões à Regional de Educação de Morrinhos. "Isso é priorizar a educação", resumiu.

Ao destacar as entregas para a educação, a coordenadora regional de Morrinhos, Walkyria Romano, disse que os avanços do governo estadual são evidentes, "com obras constantes e que os olhos veem", afirmou. "Goiás é outro depois de Ronaldo Caiado. O senhor investe no ser humano. Temos acompanhado a valorização de todos", pontuou.

Depois, o governador ainda ouviu depoimentos de servidores que agradeceram os investimentos. "O senhor vê na educação uma verdade para atingirmos os melhores níveis, combater as desigualdades e dar cidadania às pessoas", disse a professora da Escola Estadual Coronel Bento de Godoy, Simone Freitas.

Bombeiros
Em Caldas Novas, Caiado também fez a entrega da sede do 7º Comando Regional Bombeiro Militar e de equipamentos e viaturas. A obra, avaliada em R$ 400 mil, foi iniciada em 2019 com recursos do Estado e concluída este ano. No local também haverá uma base operacional avançada com a finalidade de diminuir o tempo de resposta às ocorrências na cidade. Com recursos da corporação, ainda foi feita a revitalização de uma praça em frente à base, avaliada em R$ 400 mil.

Governador inaugura sede do 7º Comando Regional Bombeiro Militar e entrega equipamentos e viaturas à corporação: no local também haverá uma base operacional avançada com a finalidade de diminuir o tempo de resposta às ocorrências

O 7º Comando Regional tem sob sua jurisdição sete Unidades Operacionais (Pires do Rio, Morrinhos, Caldas Novas, Goiatuba, Ipameri, Catalão e Itumbiara) as quais são responsáveis por 34 municípios. Na solenidade também foram repassados à corporação uma viatura Auto Tanque (AT) e outra de Auto Suporte Avançado (ASA), ambas com sistema de comunicação instalado, além de equipamentos para combate a incêndio e comunicação. Investimentos que somam outros R$ 490,7 mil.

Caiado disse que o Corpo de Bombeiros é um orgulho para o Estado e é uma instituição que está em constante aprimoramento e, por isso, sua estruturação é fundamental. "É uma escola. São vários bombeiros de outras federações e até de outros países, que vêm para Goiás para fazer seu curso de aperfeiçoamento, para ter maior capacidade de se deparar com as condições mais adversas", avaliou.  Ele ainda elogiou a atuação da instituição, que teve papel fundamental e ajudou na distribuição de cestas básicas às famílias mais vulneráveis em todo o Estado.

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, ressaltou que a gestão trabalha em busca parcerias e agradeceu a receita federal pela doação de um dos veículos que atuará em Caldas. "Essa unidade será futuramente um centro de inteligência da regional, que é composto por 39 municípios", acrescentou.  O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos, disse que as melhorias têm o único objetivo de aprimorar o atendimento. "Investimos em capacitação, equipamentos e viaturas para atender o mais rápido possível, porque o nosso inimigo é o tempo", afirmou.

Polícia Civil
Mais tarde, Caiado fez outras duas entregas ao município na área de Segurança Pública. Inaugurou a Delegacia Regional de Caldas Novas (19ª DRP) e a Especializada no Atendimento ao Turista de Caldas Novas e Rio Quente (Detur). Ele explicou que a abertura de novas unidades policiais, como essas, depende de estudo técnico. "Não é o governador que diz que vai criar, mas é a inteligência e aquilo que a Polícia Civil sabe que deve ser feito em cada região do Estado", comentou.

Liderada pelo delegado Gustavo Ferreira, a 19ª DRP funciona nas instalações cedidas pelo Aeroporto de Caldas Novas, onde também está a Delegacia do Turista. O local, de 140 metros quadrados, passou por reforma e recebeu novos equipamentos e mobília. Todas as melhorias foram realizadas por meio de parceria com a iniciativa privada e a Prefeitura de Caldas Novas, ao custo de R$ 40 mil.

O delegado celebrou a queda dos índices de criminalidade no município, registrada desde 2019, e afirmou que é uma resposta aos investimentos da atual gestão. "Houve uma correção histórica realizada pelo governador Ronaldo Caiado em Caldas Novas. Já deveria ser uma sede regional há muitos anos, pela sua importância", disse. "Houve, ainda, a criação de várias unidades, como o Grupo de Homicídios e de Repressão ao Narcotráfico", afirmou.

Já a Detur foi criada no âmbito da Delegacia Geral da Polícia Civil por meio do Projeto de Lei nº 4730/20, de autoria da Governadoria. Com 20 votos favoráveis, a matéria foi aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), em novembro de 2020, em segunda e definitiva votação.

Na justificativa do projeto, o governador Ronaldo Caiado ressaltou que a implantação da unidade irá proporcionar "maior eficiência e eficácia na proteção aos milhares de turistas que frequentam a região, em atenção ao interesse público e à conveniência administrativa". A criação não acarretou custos para o Estado, pois, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os recursos materiais e o efetivo foram realocados.

Recepção
Ao avaliar as entregas, o prefeito Kleber Marra agradeceu o governador por estar com os olhos voltados ao município. "Caldas, mais uma vez, se torna uma cidade com autonomia em termos de segurança pública", disse. O gestor também fez questão de agradecer o trabalho feito por deputados, governos estadual e federal para conseguir superar as crises. "É com essa união de forças que construímos uma nova era", completou.

O deputado estadual Amauri Ribeiro lembrou dos investimentos na educação. Segundo ele, o setor nunca recebeu tantos recursos como agora. "Nenhuma escola ficou sem investimentos. Temos um governador que mostra que, com seriedade e competência, consegue-se fazer muito com dinheiro público", disse.  Rafael Gouveia agradeceu a Caiado pelo respaldo aos municípios. "Passamos momentos difíceis, mas começamos a colher os frutos do trabalho sério. E podem fazer a comparação, nunca houve tantos investimentos chegando de fato a quem precisa. Isso é um sentimento de um governo que estende as mãos a quem precisa", afirmou.  

"Temos trabalhado muito, dando sustentação ao governador para que o Estado tenha condições legais para executar suas ações", asseverou o deputado Paulo Trabalho. Francisco Oliveira pontuou que, agora, Caiado tem mais fôlego para governar. "Enfrentou todos os problemas de pé e agora escreve seu nome na história de Goiás com letra maiúscula, com o Estado sanado e a casa arrumada", garantiu. O governador também se encontrou com o pastor André Macalão, líder da Igreja Assembleia de Deus, Ministério Caldas Novas.

Participaram dos eventos o vice-prefeito de Caldas Novas, Sílvio Junqueira; o presidente da Câmara Municipal, Marinho Câmara e demais vereadores; a primeira-dama, Márcia Marra; os deputados federais Glaustin da Fokus, João Campos e Flávia Morais; os deputados estaduais Pastor Jeferson, Amauri Ribeiro, Rafael Gouveia, Paulo Trabalho e Maycllyn Carreiro; o sub-comandante Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Jailton Figueiredo; o diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Franz Rasmussen; os assessores da Governadoria Paulo Magalhães e Rogério Troncoso; o chefe de Gabinete de Gestão da Governadoria, Luiz Rates; a diretora do Foro da Comarca de Caldas Novas, Vaneska Baruki; o coordenador das promotorias de Caldas Novas, promotor Cristiano Caires

Ainda, os prefeitos Ana Paula de Oliveira (Rio Quente), Cida Tomazini (Pires do Rio), Jânio Pacheco (Ipameri), Hugo Deleon (Três Ranchos), Solimar Cardoso (Marzagão), José Carlos Guimarães (Água Limpa), Felipe Antônio Dias (Orizona) e Renato Damazio (Palmelo); os comandantes do 19º Comando Regional da Polícia Militar de Goiás (19º CRPM), coronel Durvalino Câmara; do 26º Batalhão da PM (26º BPM), tenente-coronel Rogério Virgílio; do 7º Comando Regional Bombeiro Militar (CRBM), tenente-coronel Monteiro; e do 9º Batalhão Bombeiro Militar (BBM), tenente-coronel Tiago Dias Coelho; os delegados de Polícia Rogério Moreira da Silva e Thiago Fraga Ferrão; o coordenador da 4ª Regional Prisional, policial penal José Cordeiro; o vereador por Goiânia, Cabo Senna; e a presidente do Conselho Municipal de Cultura, Rosângela Marçal.
Provas serão aplicadas online em 6 de novembro



Estão abertas, até 27 de outubro, as inscrições do processo seletivo para estágio de nível superior no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Podem participar estudantes dos cursos de Arquivologia, Direito, Informática, Contabilidade, Comunicação Social, Psicologia e Serviço Social. Também serão selecionados estudantes de cursos de pós-graduação nas áreas de Geologia e Engenharia Ambiental.

Para ingressar no programa de estágio, o estudante deverá ter concluído, no ato da convocação, 40% da carga horária ou dos créditos do curso, independentemente do semestre em que esteja formalmente matriculado. A jornada é de 20 horas semanais, com bolsa-auxílio de R$ 850 para graduação e R$ 1.700 para pós-graduação. Há, ainda, auxílio-transporte de R$ 7 por dia trabalhado, seguro contra acidentes pessoais e recesso de 30 dias sempre que a duração do estágio for igual ou superior a um ano.

Inscrições e provas

Para se inscrever, o candidato deve acessar o site www.universidadepatativa.com, campo "Concursos em andamento", localizar o processo seletivo do MPDFT e fazer o cadastro. Serão reservadas 10% das vagas ao sistema de cotas para minorias étnico-raciais, outros 10% às pessoas com deficiência e 30% ao sistema de cotas para negros. Os interessados devem informar que desejam concorrer a essas vagas no ato da inscrição.

Depois de concluída a inscrição, o candidato deve enviar para o e-mail selecaompdft@universidadepatativa.com.br os seguintes documentos em formato PDF: comprovante de inscrição; cópia de RG e CPF; declaração da instituição de ensino expedida a partir de 1º de outubro de 2021; se pessoa com deficiência, laudo médico conforme o edital; e se participante do sistema de cotas, termo de adesão conforme o edital.O assunto do e-mail deve ser o processo seletivo e o nome do candidato. Por exemplo: "Processo Seletivo MPDFT - Maria da Silva".

A prova objetiva online ocorrerá em 6 de novembro, com acesso liberado a partir das 14h. A avaliação é constituída por questões de língua portuguesa e de conhecimentos específicos no formato múltipla escolha, com caráter eliminatório e classificatório.

Serviço

Seleção para o programa de estágio do MPDFT

inscrições: até 27 de outubro

Prova: 6 de novembro

Edital: clique aqui


Hoje é o aniversário de nosso presidente da Câmara Municipal de Valparaíso de Goiás, o vereador Placido Cunha. Nós, brasileiros de todos os cantos que vivemos em Valparaíso de Goiás, reconhecemos e somos gratos por sua entrega e pela luta que empreende, diante de tantos desafios, para fazer de Valparaíso uma cidade cada vez melhor, com mais segurança jurídica e um ambiente favorável para os investimentos no município e geração de emprego e renda na cidade. Por isso é um dia especial para Valparaíso de Goiás, pois registramos e parabenizamos o líder Placido Cunha, pela passagem do seu aniversário


Fotos: Facebook Placido Cunha.

Francisco Placido Cunha espelhou-se em seus pais para desenvolver uma forte vocação para o interesse comum. Placido nasceu na cidade de Buriti dos Lopes, Piauí, em 22 de outubro de 1967, mudou-se para o então Distrito de Valparaíso em 1985. Nesse tempo, alistou-se para a Marinha do Brasil, depois trabalhou como serralheiro. Casou-se com a psicopedagoga Divina Santos Cunha, com quem teve três filhos: Carla, Jonas e Renata. Ingressou na Câmara Federal no cargo de motorista, fazendo de suas horas de descanso trabalhista a oportunidade para aprender os vários ofícios administrativos, operacionais e técnicos do gabinete parlamentar e do processo legislativo. Cresceu profissionalmente e alcançou o cargo de chefe de gabinete do então deputado federal Jorge Maluly, o que lhe rendeu maior interesse para se candidatar a vereador.

Eleito em outubro de 2008 para o seu primeiro mandato de vereador na Câmara Municipal de Valparaíso de Goiás, Placido deu a sua colaboração, principalmente acreditando nos jovens de Valparaíso de Goiás. Sabendo que as famílias depositaram nele sua confiança, Placido trabalhou e trabalha para o bem do povo. Atuava na defesa de políticas públicas, implementando projetos de profissionalização e qualificação profissional dos jovens.

De 2017 a 2020, Placido ocupou o cargo de Secretário Municipal de Governo de Valparaíso de Goiás e contribuiu mais uma vez ativamente na busca de recursos, emendas parlamentares e estabeleceu importantes articulações políticas para o bem do povo de Valparaíso de Goiás.

Em 2020, Placido Cunha foi eleito para mais um mandato no legislativo municipal de Valparaíso de Goiás, onde também foi eleito o presidente da Câmara Municipal de Valparaíso de Goiás, e colocando a casa de leis ao lado do povo. À frente da presidência da CMVP, Placido Cunha inovou e deixou a casa mais moderna e aconchegante para aproximar o cidadão do processo legislativo municipal. Atento ao árduo trabalho que se impõe, Placido deu o pontapé inicial com um desejo significativo é primordial, que o cidadão valparaisense fizesse parte da história do legislativo municipal, e assim ocorreu com a implementação da TV Câmara de Valparaíso, um projeto que não existia e, com vistas ao novo cenário de pandemia, tornou-se relevante.

Outro projeto significativo implantado nestes seis primeiros meses é o de acessibilidade, tanto no espaço físico que inclui a operação funcional do elevador, estendendo a proposta de acessibilidade para os meios digitais com as transmissões das sessões com janela de Libras. Placido também fez a capacitação dos servidores e vereadores, elevando o nível de qualidade dos serviços prestados à comunidade e a melhoria do layout do site institucional da Casa, promovendo maior facilidade de acesso aos trabalhos dos parlamentares. Placido foi o primeiro presidente de Câmara em todo o Estado de Goiás a implantar a virtualização dos processos, colocando em operação do sistema para registro de presença, gerenciamento das proposições, indicações, votações dos projetos de lei e painel eletrônico.

Como representante do Povo o vereador Placido Cunha também apresentou diversos Projetos de Leis que beneficiam diretamente o cidadão Valparaisense. Como a  LEI da Reestruturação do Conselho Municipal de Saúde, a LEI que cria a Casa dos Conselhos, a LEI que oferece atenção integral aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19, fez a LEI  que proíbe a nomeação, para todos os cargos em comissão de livre nomeação e exoneração, pessoas que tiverem sido condenadas pelas Leis Federal Maria da Penha e Feminicídio. Placido também é o autor da LEI que cria o programa Sedentarismo Não (contratação temporária de educador físico comunitário para parques e praças), lutou e aprovou a LEI da proibição da oferta de embutidos na merenda escolar de escolas e creches da Rede Pública Municipal e a LEI que possibilitará a doação de bens inservíveis à Instituições e Filantrópicas devidamente cadastradas e declaradas de Utilidade Pública.

Agora Placido quer transformar Valparaíso de Goiás em uma cidade inteligente e preparada para receber novas tecnologias. Essa é a luta do presidente da Câmara de Valparaíso de Goiás, Placido Cunha, ao apresentar, Projeto de Lei que estabelece normas gerais para implantação e compartilhamento de infraestrutura de suporte de telecomunicações 5G em Valparaíso de Goiás. Com isso  Placido quer colocar as pessoas no centro do desenvolvimento. Ou seja, quer incorporar tecnologias da informação e comunicação na gestão urbana, incluindo internet das coisas. Tais elementos são incorporados como ferramentas. Estas, por sua vez, estimulam a formação de um governo eficiente o que transforma a Valparaíso de Goiás em uma cidade inteligente ou cidade do futuro.

É por essas e outras que o povo de Valparaíso de Goiás, os servidores da câmara, empresários de todo o Setor Produtivo de Valparaíso e lideranças  desejam um feliz aniversário para o vereador Placido Cunha, que celebra mais um ano de vida nesta sexta-feira (22 de outubro). Que você seja coberto de bênção, felicidade e plena harmonia, e que o caminhar dessa nova vida seja sempre de flores e esperança. Que o tempo seja sempre o seu melhor parceiro, trazendo serenidade, equilíbrio e sabedoria.

Que as conquistas do passado lhe tragam à lembrança, não só alegres, mas também a força e o entusiasmo para superar eventuais obstáculos e implementar os mais importantes projetos para o futuro. Continue administrando, cuidando dos bens e das causas públicas e respeitando a todos sempre pautado na humildade e na força de vontade de sempre fazer o bem.

Que Deus ilumine seus caminhos para que prossiga na trilha do bem, trabalhando cada vez mais em prol da sua terra e da sua gente.

Muita saúde, amor, paz, fé, esperança, alegrias e prosperidade!

Feliz aniversário,  Placido Cunha!

Do amigo, Paulo Melo.

Candidata à presidência da OAB-DF registrou sua candidatura na tarde desta 6ª-feira cercada de apoiadores

A advogada Thais Riedel reuniu apoiadores, na tarde desta sexta-feira (22), para registrar a chapa do Movimento Respeito É a Ordem, que concorre à direção da OAB-DF. Thais é candidata à presidência da Ordem e oposição à atual gestão. 

Cerca de 500 apoiadores foram prestigiar o registro e provocaram bloqueio na via W2 por cerca de 10 minutos. Estiveram presentes, além dos 115 integrantes da chapa, apoiadores de Thais Riedel, como o ex-presidente da OAB-DF Juliano Costa Couto. 

Thais Riedel é advogada, mestre em Direito Previdenciário e sócia na Advocacia Riedel. Conseguiu unificar seu grupo e é a candidata de oposição à atual gestão da OAB-DF. Na última segunda-feira (18), anunciou o professor, mestre em Direito pela Universidade do Porto e diretor do Grupo Educacional Projeção Pierre Tramontini como seu vice. 

“A OAB-DF se acovardou, se apequenou quando a advocacia mais precisou. Hoje, ela não é apoio para os advogados, não defende prerrogativas da advocacia e nem é suporte para a sociedade. Precisamos resgatar o respeito da advocacia”, defendeu Thais. 

As eleições ocorrem no próximo dia 21 de novembro.

Alysson Diógenes*


Recentemente,  a imprensa repercutiu a notícia de que o Brasil perdeu 15% dos seus recursos hídricos em 30 anos, uma perda de quase o dobro da superfície de água de todo o Nordeste, de acordo com estudo inédito do MapBiomas – grupo de pesquisadores com muita credibilidade e correto em seus dados e conclusões. Por outro lado, faltou apresentar algumas informações históricas, sem as quais esse dado sobre a perda dos recursos hídricos fica descaracterizado, como o do crescimento populacional. Desde a década de 1990, a população brasileira saltou de 150 milhões de habitantes para 211 milhões, um aumento de 40%.

População que tem muitas necessidades no dia a dia: comida, bebida, deslocamento, habitação e lazer. Coisas simples, mas que necessitam de recursos. É, no mínimo, simplista apresentar esse dado e ignorar nosso histórico. Há alguns anos vivemos crises energéticas. No governo Fernando Henrique Cardoso, em 2001, por exemplo, houve uma delas. No governo Dilma, mais uma crise, dessa vez, por causas diferentes. A população e, em especial, a indústria precisam de energia. Muito se critica as recentes obras para geração de energia no rio Madeira e no rio Xingu, mas é mais desejável construir hidrelétricas do que acionar as geradoras termelétricas.

Mas, alguém há de questionar. E as energias alternativas? Solar e eólica, as mais difundidas. Elas não são opções viáveis, por acaso? A resposta é que ambas têm um custo de operação muito maior do que as fontes citadas, as hidrelétricas. No entanto, o mesmo brasileiro que deseja o meio ambiente preservado, não se dispõe a pagar mais na conta de energia.

Outro dado relevante é que na década de 90 as fronteiras do Brasil eram fechadas para o comércio exterior. Mas o governo Collor participou do movimento mundial que ficou conhecido como globalização, trazendo grande desenvolvimento à nossa agricultura e pecuária. Parece outro mundo, mas foi apenas 30 anos atrás. E, é claro, isso teve consequências. Cerca de 70% da água que é consumida no país é para irrigação e outros 10% para consumo animal. Mais do que alimentar a população brasileira, somos grandes exportadores de soja e milho, além de carnes de frango, suína e bovina.

Com esses dados, nota-se um conflito que, esse sim, deve ser abordado. A presença humana é prejudicial ao meio ambiente. E o que é possível fazer? Alguns exemplos: o governo federal, por meio do IBAMA, pode aumentar a fiscalização e multar os infratores da legislação ambiental, incentivando-os a respeitar as leis. O Judiciário, em todas as suas instâncias, não deve anular essas multas por qualquer motivo. O produtor que respeita as leis deve ser premiado por sua boa conduta. Prefeituras e estados devem fazer cumprir seus marcos de saneamento e parar de poluir os rios com esgotos e de autorizar construções em áreas de preservação.

Na outra ponta, o cidadão que pode e deve adotar práticas sustentáveis de vida, que sabemos, são mais caras, mas garantem um futuro melhor para as próximas gerações. Entre as mudanças de comportamento, está o consumo de produtos com selos de sustentabilidade, como o da Rainforest Alliance, que certifica: a prática de agricultura foi sustentável. Nem falarei em usar transporte público, e modais alternativos, como a bicicleta. Se apenas reduzirmos o desperdício de água e de energia elétrica, já será bastante significativo.

Há muito trabalho a ser feito, mas, certamente, as ações renderão frutos – entre eles, inclusive, retorno financeiro. Mas, uma coisa é certa: com ações como as citadas, um futuro mais sustentável estará garantido para as próximas gerações.

*Alysson Nunes Diógenes, engenheiro eletricista, doutor em Engenharia Mecânica (UFSC), é professor do Mestrado e Doutorado em Gestão Ambiental da Universidade Positivo (UP).

diogenes@up.edu.br

Ação de voluntariado contribui para o meio ambiente
Crédito: Divulgação

Ao todo, 40 pessoas participaram da ação sustentável do Instituto A.Yoshii, no distrito de Maravilha, onde foram plantadas mudas de 15 espécies diferentes, nativas da Mata Atlântica

Embaúba, Aroeira Pimenteira, Figueira Branca, Ipê Amarelo. Ao todo, 40 mudas de 15 espécies de árvores nativas da Mata Atlântica foram plantadas por voluntários do Instituto A.Yoshii, por meio do projeto Mais Verde. A ação aconteceu na Gaviãozinho Farm, localizada no distrito de Maravilha, na zona sul de Londrina (PR), em alusão ao Dia da Árvore (21/09).

Os responsáveis pela fazenda, que existe há 48 anos, vêm trabalhando para restaurar o bioma da região e incentivar ações voltadas ao meio ambiente, especialmente por meio de parcerias como esta firmada com o Instituto A.Yoshii, entidade fundada em 2006 e que tem como um dos pilares a realização e o envolvimento em iniciativas voltadas à sustentabilidade. O objetivo do projeto Mais Verde é promover o voluntariado, o contato com a natureza, preservar o meio ambiente e propiciar aos participantes a experiência ao ar livre e a emoção de plantar uma árvore, que pode se tornar um marco especial para muitas pessoas.

Para o voluntário Vitor Shiroma, a experiência foi inesquecível. “Hoje eu tive a oportunidade de plantar minha primeira árvore. Foi um sentimento único e quero continuar participando de ações como esta. É muito bom disseminar a conscientização sobre a importância do meio ambiente”, relata o colaborador da A.Yoshii Engenharia. 

A ação também é uma forma de todos refletirem sobre a importância de pequenas atitudes de cuidado com o planeta. "A sustentabilidade é um pilar importante do Instituto A.Yoshii e a ideia deste projeto é colaborarmos com as questões ambientais e sustentáveis para deixarmos um mundo melhor para nossos filhos”, completa a vice-presidente do Instituto, Maria Fernanda Beneli Vicente.

Ela lembra ainda que as árvores são responsáveis por filtrar o gás carbônico e produzir oxigênio. Dão sombra, regulam a temperatura atmosférica, além de abrigarem flora e fauna, entre inúmeros outros benefícios. 

Os fundadores da Gaviãozinho Farm, Paulo Maurício e Guilherme Acquarole, têm a expectativa de plantar mil mudas de árvores até o final do ano. “E, para nós, é muito importante termos parceiros como o Instituto A.Yoshii, que dá sustentação cada vez maior para o nosso projeto e para a conservação do nosso planeta”, destaca Guilherme. 

Além de instruir e promover ações de incentivo ao consumo consciente, a Gaviãozinho Farm fomenta o plantio de árvores com o projeto Adote Floresta. A propriedade está localizada a aproximadamente 2 km do Rio Tibagi e é cortada pelo Rio Gaviãozinho, que deu origem ao nome da fazenda.

 

Sobre o Instituto A.Yoshii

Fundada em 2006, a entidade sem fins lucrativos promove ações solidárias ligadas à educação, meio ambiente e cultura, em busca de resultados com impacto social positivo. Ao longo dos 15 anos de atuação, o Instituto A.Yoshii promoveu diversas iniciativas voltadas a mulheres e jovens em situação de vulnerabilidade econômica-social, minimização de impactos no meio ambiente e democratização do acesso à cultura e educação. Em 2020, o Instituto foi reconhecido pelo quinto ano consecutivo com o Selo Sesi ODS, como uma das principais organizações que trabalham em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU. Mais informações: https://www.institutoayoshii.org.br

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de m² do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br


 



A proposta tem o objetivo de estimular a participação da população em ações sociais, culturais, ambientais e assistenciais, e entre outras

Fotos: Rogério opes.

Ser voluntário é um ato de entrega, amor e empatia, qualquer seja a área. E para aumentar o engajamento da população do Distrito Federal "em ações transformadoras da sociedade", que o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos) apresentou a Lei n.º 6.857 de 2021 que cria a Política Distrital de Incentivo ao Voluntariado.

A proposta que tem como objetivo estimular a participação cidadã em ações sociais, culturais, ambientais e assistenciais, entre outras, realizadas por parcerias entre o governo, organizações civis e o setor privado. Segundo Delmasso, a ideia é que haja uma "complementaridade", que é o princípio que rege o texto e, por esse motivo, "não exclui as obrigações do Estado".

O parlamentar reforçou que a Lei aumentará o engajamento da população em ações de voluntariado. As diretrizes da Política são mobilizações, divulgação e desenvolvimento de atividades voluntárias; integração da base de dados sobre voluntariado; visibilidade dos projetos; além de fomentar estudos e pesquisas na área.

Amanda Maciel de 21 anos conta de sua experiência como voluntária em um projeto social. "Sou voluntária no Laços da Alegria desde 2018, e dentre uma das funções que exerço e já exerci lá, uma estava diretamente relacionada com o curso que faço, Publicidade e Propaganda, pois no projeto fui por 1 ano a coordenadora da área de comunicação do projeto, então essa é uma experiência muito importante para eu botar no meu currículo profissional", disse. "Acredito que essa lei só tenha a agregar na vida de todos, pois com o voluntariado podemos exercer muitas funções não remuneradas que não deixam de ser experiências profissionais, apenas é feita de bom grado e sem visar lucro", completou.

Ana Paula Ferreira é voluntária na Igreja Sara Nossa Terra e falou da importância da lei. "Acredito que impacta no desenvolvimento pessoal, na comunicação, em saber falar, saber explicar sobre o espírito de liderança. A lei é muito necessária principalmente para os adolescentes, pois ajuda muito no desenvolvimento como todo, no externo e interno. Saber lidar com pessoas, saber respeitar as hierarquias de cada ocupação", afirmou.

Há também a previsão de que o Poder Executivo deverá regulamentar a lei, por meio de decreto, e poderá integrar, quando possível, programas, ações e políticas públicas às iniciativas previstas na norma, que tem entre seus fundamentos: cidadania, fraternidade, solidariedade, promoção de direitos humanos, sustentabilidade e tolerância.

Com a implementação da política pública, empresas poderão ser autorizadas a realizar o transporte coletivo pelas águas do lago

Foto: Rogério Lopes.

O vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado Delmasso (Republicanos), protocolou o projeto de lei nº 2063/2021 que estabelece as diretrizes para a implementação do transporte aquaviário coletivo no lago Paranoá.

O projeto tem como objetivo oferecer ao cidadão brasiliense a possibilidade de utilizar o transporte coletivo aquaviário, realizando a integração entre este e os demais transportes públicos oferecidos na cidade.

Na prática, o governo estabelecerá como serão as regras de outorga e concessão de empresas interessadas. Estas empresas deverão realizar o transporte coletivo de um ponto a outro mediante o pagamento de tarifa do usuário.

Entre as vantagens de se ter esta modalidade de transporte, conforme estabelecido no projeto de lei, está a redução da poluição por meio da queima de combustíveis dos automóveis, a velocidade de um ponto ao outro, uma vez que não há congestionamento no transporte aquaviário, a segurança do usuário, entre outras.

"É inquestionável a saturação viária do Distrito Federal. Deste modo, faz-se necessária a construção de políticas públicas de potencialização da mobilidade urbana, a qual deve ser demanda prioritária de nossos gestores públicos", defende Delmasso.

O projeto também estabelece os benefícios macros, destinados à sociedade no geral, como por exemplo o incentivo à pesquisa tecnológica, a conservação do meio ambiente e dos recursos hídricos, a proteção de direitos dos prestadores de serviços e, inclusive, dos usuários, o desenvolvimento econômico e social.

Para o autor da proposição, "o presente Projeto tem a finalidade de satisfazer as necessidades da modalidade de transporte aquaviário, abrindo um gama de possibilidades de conexões entre os transportes públicos já oferecidos", disse o deputado.
Delmasso defendeu incentivos fiscais para tornar o custo do veículo elétrico próximo ao do tradicional



O deputado Rodrigo Delmasso (Republicanos), na sessão ordinária da Câmara Legislativa (CLDF) desta quarta-feira (20), defendeu incentivos aos veículos elétricos como forma de combater o aumento dos combustíveis. Entre as ações, ele sugeriu que o IPI sobre todos os componentes deste tipo de veículos seja "zerado" pelo Governo Federal. Delmasso também pediu agilidade na aprovação de projeto de lei que isenta o IPVA de carro elétricos no Distrito Federal por dez anos. A ideia é tornar o custo do veículo elétrico próximo ao do tradicional. "Somente assim nós vamos derrubar o preço dos combustíveis e ter uma cidade mais sustentável", argumentou.

Para o distrital, a diminuição do ICMS sobre combustíveis é importante, mas não é suficiente porque o preço acompanha o dólar: "Com isso, temos aumento descomunal que acaba causando um efeito cascata. Os fretes aumentam e tudo que é distribuído por meio desses combustíveis fósseis sobe também". De acordo com ele, Brasília já conta com 72 eletropostos colocados pelo Governo, além dos instalados pela iniciativa privada.

O deputado Leandro Grass (Rede) afirmou que há interesse de investidores em desenvolver tecnologias alternativas às que poluem, mas que é preciso haver decisão política "neste rumo" que, segundo ele, é irreversível. "Isso de fato quebrar o cartel de combustível e, principalmente, quebrar essa produção excessiva de poluentes que prejudicam a qualidade de vida da população, encarece o custo de vida, e está complemente atrasado, lá no século XIX, que é toda essa base energética do petróleo e de energias não renováveis", afirmou.

O deputado Chico Vigilante (PT) também criticou a política de preços dos combustíveis, que tende a piorar com a importação de gasolina refinada. "O problema é que, além do preço escorchante que temos hoje, essa gasolina já vem com sobrepreço de 50 centavos a mais por cada litro", ressaltou.

De acordo com o presidente da Comissão de Economia Orçamento e Finanças da CLDF, Agaciel Maia (PL), o problema do preço dos combustíveis deve-se a decisões políticas históricas na Petrobras, como a isenção de dividendos, em 1995. Ele explicou que 42% das ações da estatal "pertencem aos gringos".

Ele também criticou a decisão do Governo Federal de atrelar o preço do combustível ao dólar que, segundo ele, é a principal causa do aumento: "90% do consumo do Brasil é produzido aqui. Por que ser atrelado ao dólar? Por que não só os 10%? Essa distorção só vai ser quebrada com a decisão de desatrelar", enfatizou.


Fotos: Bruno Sodré.
Depois de 23 anos afastado dos holofotes, o artista decidiu  investir na carreira de cantor e prepara  DVD com regravações além de um trabalho com músicas inéditas

O ano era 1992 e você, se tiver mais de 35 anos, com certeza se pegou cantarolando o refrão "Meu Deus do céu tá me dando uma coceira, não sei onde, coceira de bem querer". O hit foi tema de novela da Rede Globo eternizada pela dupla Tiãozinho e Alessandro, irmãos mais novos  de Chitãozinho e Xororó e Leandro e Leonardo, respectivamente.  Depois, Alessandro foi sucesso também com seu irmão Carlos. Hoje, ele anuncia seu retorno solo aos palcos, cheio de planos e projetos, 23 anos após se afastar dos holofotes. Para isso, já gravou um DVD com releituras de canções que foram sucesso nos anos 1990, que está em fase de edição, e está produzindo um álbum de músicas inéditas. 


Foi com Tiãozinho também que ele fez sucesso com a música "Fui Dando Porrada", dessas modas apaixonadas que ficam na memória afetiva das pessoas. Com Carlos, irmão mais velho, eternizou os hits "Vida de Cão" e "Ela Não Vem".  Na época, as duplas rompiam preconceitos e saíam das pequenas apresentações em picadeiros e casas do interior, para  ganhar o Brasil e os palcos de grandes shows.  Alessandro foi um dos grandes sucessos sertanejos, participando dos populares shows de auditório da televisão da época e teve presença massiva de suas músicas em rádios


Sucesso também como compositor, Alessandro vem de uma família que fez e faz história na música. É irmão de Leandro e Leonardo,  tio do Zé Felipe, João Guilherme, Pedro e Thiago. Hoje conta que voltar aos palcos foi um pedido do pai dele, antes de sua partida em 2015. "A fatalidade que cometeu a Leandro me fez afastar dos shows, mas antes do meu pai subir ao céu, ele pediu que eu voltasse a cantar", diz Alessandro em tom emocionado. Por isso ele voltou timidamente em apresentações em bares de Goiânia e eventos particulares. Essa reaproximação tímida era conciliada com a profissão de zootecnista, mas o talento falou mais alto e em 2021 ele investiu seu tempo para viver novamente da música. 


Em 1998, a tragédia que atingiu a família de Alessandro, com o falecimento de Leandro, fez com que ele decidisse se afastar dos palcos, mas não da música. "Foi quando eu realmente encerrei a carreira de cantor. Eu senti que precisava parar. Mas investi meu tempo e experiência em produzir meus sobrinhos, onde consegui uma realização profissional, fora dos holofotes", conta Alessandro ao lembrar do tempo em que acompanhou a dupla teen Pedro e Thiago que foi um estouro no início dos anos 2000.  Ele também se orgulha em contar que também produziu as irmãs Maiara e Maraisa, ainda adolescentes, quando ainda se chamavam Gêmini. Também compôs para a dupla teen Sandy e Júnior e Leonardo. 


O primeiro DVD contará com 11 regravações em uma superprodução exclusiva feita no espaço Belo Luar. No projeto "Alessandro Costa De Volta aos Palcos" o cantor, compositor e produtor traz sucessos como "Talismã", "Fui Dando Porrada", "Te Amo Espanhola", "Amaremos",  "Não Desligue o Rádio" e "Amor de Trem". 


É impossível ouvir ou assistir Alessandro Costa sem comparar com o irmão Leonardo. As semelhanças físicas e de voz com o irmão são completamente espontâneas e muito bem aproveitadas por ele, com seu carisma e presença de palco. 




Foto:  Darle Pessoa 

  

 Advogada conclama colegas a irem aos Tribunais do DF para exigir atendimento presencial

A advogada Thais Riedel está mobilizando advogados para exigir o atendimento presencial do Judiciário no Distrito Federal. Desde o início da pandemia o Judiciário tem funcionado de maneira remota, o que dificulta o acesso dos advogados aos magistrados, processos e clientes. 

“A pandemia não pode ser desculpa para a suspensão indefinida do atendimento presencial de advogados pelo poder Judiciário. Várias profissões estão voltando ao seu exercício quotidiano e assim também deve acontecer com os magistrados.”, diz Thais em vídeo que está circulando pela internet.

Ela lembra que o atendimento de advogados por magistrados em tribunais e gabinetes de trabalho, sem necessidade de agendamento ou qualquer outra questão, está previsto no Estatuto da Advocacia e que é indispensável para o exercício da profissão. “Isso garante a ampla defesa e direito sagrado do cidadão de ter sua defesa com qualidade”, completa Thais.

Ela conclama os advogados a fazer uma visita aos Tribunais do DF. “Já que os juízes permanecem distantes, vamos fazer uma visita aos Tribunais do DF, vamos mostrar que do outro lado do balcão existe um grupo de mais de 60 mil advogados do Distrito Federal que não vai aceitar isso. Vamos nos unir à advocacia aguerrida, aquela que não luta apenas pelo seu cliente, mas também pela Justiça”.


Boazinhas

Melhores