Articles by "Bertoldo Neves"
Mostrando postagens com marcador Bertoldo Neves. Mostrar todas as postagens


As obras do autódromo Nelson Piquet continuam mesmo no período de chuvas e de acordo com Paco Britto, deve ser entregue em maio

Fotos: Renato Alves.

O autódromo Nelson Piquet, em Brasília, deve sediar ao menos 12 provas automobilísticas em 2022, informou o governador em exercício do Distrito Federal, Paco Britto, nesta segunda-feira (10). O espaço está fechado desde 2014 e passa por reformas. A previsão é de que as obras terminem em maio e a pista receba provas de velocidade a partir de julho.

O anúncio foi feito durante evento no Palácio do Buriti. Britto apresentou o cronograma de atividades ao lado do presidente do BRB (Banco de Brasília Agora). A instituição vai gerenciar o autódromo, que não deverá ser usado apenas para competições automobilísticas. O espaço pertence à Terracap (Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal).

"A população ganha o autódromo de volta", disse o governador em exercício. "Nós já tivemos cinco pilotos na Fórmula 1, que nós criamos, começaram no DF. Nós voltaremos a ser protagonistas nesta categoria de automobilismo internacional também", acrescentou.

Britto informou que a expectativa é movimentar o turismo e o comércio na cidade nos 24 finais de semana de provas. Ele disse que não há uma estimativa do impacto econômico com a realização das competições. "Não temos ainda isso feito porque se passaram oito anos de desmantelo. Agora temos que calcular tudo isso novamente", ponderou.

"A gente quer incluir Brasília nesse circuito", afirmou o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa. Segundo ele, o objetivo é liberar o autódromo para competições regionais em junho. A expectativa é que a F4, categoria que sucede o kart, ocorra no autódromo em julho.

O anúncio foi feito em meio à alta de diagnósticos da Covid-19 no DF. Na última sexta-feira (7), foram 1,5 mil novos casos notificados, com a taxa de transmissão do coronavírus chegando a 1,66. Esse dado indica que as contaminações estão em aceleração.

"Esperamos que essa pandemia se abrande e acabe. Se Deus quiser vai acabar, a partir do momento em que todos nós estivermos vacinados e mantendo distanciamento. Esperamos que até maio essa pandemia esteja controlada", afirmou o governador em exercício.

O autódromo Nelson Piquet teve sua última prova realizada em 2014 e chegou a ser usado como abrigo para a população em situação de vulnerabilidade ao longo da pandemia. Depois que as tendas foram desmobilizadas, a pista foi liberada para ciclistas.

Calendário de competições nacionais:

Calendário de competições nacionais

2 e 3/7: Stock Car 2 e 3/: Turismo Nacional 3 e 4/9: Porsche Cup (A definir): Império Endurance 1º e 2/10: Porsche Cup - Sprint 9/10: Porsche Cup - Endurance 6/11: Sprint Race 6/11: Copa Truck 19 e 20/11: Copa Shell 19 e 20/11: Turismo Nacional 20/11: Stock Car Pro Series



Atendimentos passam a ser realizados apenas na unidade localizada às margens da BR-040

Fotos: PMVG

O Vapt Vupt abriu a mais nova unidade de atendimento no Brasil Center Shopping, em Valparaíso de Goiás. A partir de agora, os serviços ofertados pelo órgão serão feitos apenas nesta agência.

A previsão é que o local ofereça mais de 100 atendimentos de órgãos municipais, estaduais e federal. Entre os principais estão a emissão de Carteira de Identidade (RG), serviços do Detran (GO), Ipasgo, GoiasPrev, Saneago, Coren, Seguro Desemprego e Vagas de Empresa.

A expectativa é que o suporte seja ampliado ofertando outras utilidades públicas aos valparaisenses. Para ser atendido, o cidadão deve respeitar todos os protocolos sanitários devido à pandemia da Covid-19 e realizar um agendamento prévio pelo site https://vaptvupt.go.gov.br/agendamento.

Lembrando que o Vapt Vupt funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O estacionamento do centro comercial é gratuito.

Serviço:

Valparaíso de Goiás

Brasil Center Shopping, Av. Marginal – Parque Esplanada III Valparaíso de Goiás – GO, CEP: 72876-359.

Funcionamento:

Segunda a sexta-feira: 8h às 17h

Sábados: sem atendimento
O presidente Jair Bolsonaro estava acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Foto: Reprodução/Instagram Bp. Robson Rodovalho

Foto: Facebook Bispo Rodovalho.

O presidente Jair Bolsonaro participou na noite de sexta-feira (7), da Solenidade de Celebração Profética na Arena Hall Sara Nossa Terra, em Brasília. A celebração marcou a abertura do tema anual da igreja, batizado de "O profético ano do resgatador".

O chefe do Executivo estava acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e do ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni.

"Eu quero agradecer a Deus pela minha vida", afirmou o chefe do Executivo, durante o culto. Bolsonaro também agradeceu as orações feitas pelos fiéis enquanto esteve internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, no começo desta semana, com um quadro de obstrução intestinal.

Bolsonaro e a primeira-dama receberam orações em uma prece conduzida pelo bispo Robson Rodovalho, fundador da igreja. O bispo pediu saúde ao presidente e disse que sua presença ali era um desígnio de Deus.

No dia 16 de dezembro, Bolsonaro havia participado de um culto na Assembleia de Deus, também em Brasília, em ação de graças pela posse de André Mendonça como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Na ocasião, o chefe do Executivo disse que sentia gratidão por Mendonça.

"Sinto nele uma coisa que escapa pelas mãos de alguns, a gratidão", declarou.
Líder do legislativo ainda elogiou o trabalho que vem sendo realizado na capital


Foto: Marcelo Silva.

O Presidente da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia, André Fortaleza, repudia e discorda das críticas que  um representante do magistrado goiano proferiu ao Prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, que recentemente foi diagnosticado com Covid-19.

Segundo o Presidente do Legislativo Aparecidense, Rogério tem realizado um excelente trabalho na gestão da cidade e ressalta que, mesmo tendo assumido o mandato em condições reconhecidamente desfavoráveis, conseguiu proporcionar no ano de 2021 avanços relevantes para a capital goiana, como no campo social, com o Renda Família, o IPTU Social, o Renda Família +Mulher. Também temos que destacar o avanço na campanha de vacinação contra a Covid-19, inclusive com a inauguração da vacinação itinerante, dentre outras ações.

Por fim, André Fortaleza concluiu que acredita que os Poderes precisam trabalhar em harmonia, de forma que suas contribuições para sociedade sejam mais eficientes, mas claro que não de forma que remeta à submissão.
A atuação do vereador e presidente reeleito da Câmara de Valparaíso de Goiás, Placido Cunha, juntamente com seus assessores e equipe de comunicação competente tem sido referência entre as Câmaras Legislativas Municipais


Desde o início do ano, na atual Legislatura, um dos compromissos realizados pelo vereador e presidente da Casa, Placido Cunha, foi a correta transparência e o acesso facilitado aos atos do Legislativo Municipal.

Melhorias foram realizadas, entre elas, a modernização do layout do site e adaptação do Portal da Transparência para melhor atender os munícipes.

Na última semana, a NúcleoGov Assessoria e Tecnologia, empresa responsável pelo desenvolvimento e manutenção do Portal da Transparência e Acesso à Informação da Câmara de Valparaíso de Goiás,  divulgou Parecer Técnico-Jurídico de Publicação de Informações do site oficial, Portal da Transparência e Acesso à Informação, uma prévia que garante uma boa pontuação no ranking do TCM, que ainda será divulgado.  




O relatório foi emitido em novembro, com avaliação técnica realizada durante todo o mês de outubro e, tem o objetivo prevenir quaisquer aplicações de multas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, bem como o surgimento de ações pleiteadas pelo Ministério Público Estadual e Federal em desfavor da Instituição.

O parecer técnico avalia itens cobrados pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás, instituição responsável pela elaboração deste diagnóstico no estado, entre eles: publicações sobre licitações, dispensas e inexigibilidades, atas de adesão, contratos, relatório de gestão fiscal, serviços de informação ao cidadão, acessibilidade, carta de serviços aos usuários, entre outros.

O departamento de controle interno da Casa destaca que empreende esforços para proporcionar mais transparência nos atos do Poder Legislativo e, no mês de outubro a Instituição conseguiu alcançar a nota inédita de 77.1 no quesito transparência, um crescente de notas positivas, conforme demonstrado no gráfico à cima. Lembrando que a nota parcial é atribuída pela empresa que realiza o monitoramento do portal e que analisa o desempenho dos órgãos públicos com relação ao atendimento das exigências da Lei de Acesso à Informação, um apontamento do que ainda pode ser aprimorado.

"Reforçamos também que os requisitos exigidos pela Lei de Acesso à Informação só podem ser atendidos em sua totalidade pelos órgãos do Poder Executivo, portanto uma Casa Legislativa que atinge esse patamar de transparência pode seguramente sem enquadrada em nível de excelência", destacou o controlador interno, Eduardo Duarte.

Segundo o presidente Placido Cunha, o monitoramento da Transparência é sempre importante e indispensável para identificar onde a Instituição ainda está falhando e, corrigir tais questões. "Uma consulta realizada por um jornal do estado de Goiás apontou que municípios com melhor avaliação e desempenho positivo no ranking de Transparência contrataram assessorias específicas relacionadas à transparência pública para uma atenção especial à solução dos problemas. Esta é uma demanda extremamente importante para o bom gestor. Reforçamos ainda a importância do cidadão fiscalizar e cobrar bons resultados de seus administradores. Somente assim teremos gestões mais transparentes e comprometidas com a população", evidenciou Placido Cunha.

Entenda o Ranking de Transparência

Para garantir que os municípios cumpram a legislação, órgãos de fiscalização como o Tribunal de Contas e o Ministério Público realizam avaliações nos sites das prefeituras e Câmaras, divulgando-as por meio de um ranking que mostra e compara os resultados.

As Câmaras Municipais foram avaliadas pela primeira vez em 2020. O relatório é divulgado anualmente, no mês de dezembro.
Imunização foi além de 80% da população apta; governo construiu hospitais e mobilizou leitos da covid-19



Avanço na vacinação e infraestrutura para atender a população. Assim pode se resumir o ano de 2021 quando o assunto é o enfrentamento ao coronavírus (covid-19). Com mais de 80% da população imunizada com duas doses, o Governo do Distrito Federal (GDF) pôde flexibilizar parte das regras sanitárias e desmobilizar leitos destinados ao tratamento de pacientes com a doença.


Ainda no início do ano passado, dois dias depois de começar a vacinação, o DF abriu 60 leitos para tratamento de covid-19 | Foto: Joel Rodrigues.

Logo no início de 2021, precisamente em 19 de janeiro, a enfermeira Lídia Rodrigues Dantas, de 31 anos, foi a primeira pessoa no DF vacinada contra a covid-19. Desde então, até 31 de dezembro, 4,8 milhões de doses foram aplicadas. Em paralelo às doses, hospitais de campanha foram construídos, centenas de leitos foram mobilizados e novas medidas tomadas para ajudar a encarar a doença ao longo desses 12 meses.

Ainda no início do ano passado, dois dias depois de começar a vacinação, o DF abriu 60 leitos para tratamento de covid-19. Na ocasião, foi inaugurado o Hospital de Campanha de Ceilândia, na QNN 27, estrutura de R$ 10,4 milhões que ficou de legado para atendimento à rede pública e será reativado e transformado, já neste mês, no Hospital do Sol.

Em março, o DF investiu R$ 48,4 milhões e viabilizou a construção de três hospitais de campanha com estruturas temporárias, que foram erguidas no Autódromo (Plano Piloto), Bezerrão (Gama) e na Escola Anísio Teixeira (Ceilândia). Até setembro, 900 pessoas receberam alta após tratamento nessas unidades. Com o arrefecimento dos casos no DF – situação motivada pelo aumento da vacinação –, o governo iniciou a desativação dessas estruturas no fim do ano, a começar pelo Autódromo e pelo Gama.

Essas unidades, porém, não foram as únicas. Com apoio da iniciativa privada, o governo construiu um hospital modular acoplado ao Hospital Regional de Samambaia (HRSam), com 102 leitos, inicialmente destinados a tratar pacientes com a doença. A unidade foi inaugurada em maio, com o aporte de R$ 14,4 milhões na estrutura, montante do qual boa parte veio de doações de empresários e também de valores arrecadados pelo próprio governo em ações do Comitê contra a Covid-19.

"Trabalhamos para salvar vidas a todo o custo desde o início do governo e mais ainda depois da pandemia. Incentivamos a vacinação, inauguramos unidades de saúde, contratamos mais de 7 mil servidores. Nada parou, para que a população não sofresse tanto os impactos desse momento triste", avalia o governador Ibaneis Rocha.

Vacinação
Atualmente, em 7 de janeiro, o percentual de pessoas que receberam duas doses ou dose única é de 84,83% do público-alvo. O DF também aplicou 484.841 doses de reforço e 10.620 doses adicionais | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O DF tem pouco mais de 3 milhões de habitantes, sendo a população vacinável superior a 2,5 milhões. Foi possível avançar nas ações de imunização por meio de mutirões, abertura de pontos noturnos de vacinação e drive-thru, campanhas do Dia D e mobilização dos gestores junto ao Ministério da Saúde.

Até o dia 7 deste primeiro mês do ano, o percentual de pessoas que receberam duas doses ou dose única estava em 84,83% do público-alvo. O DF também aplicou 484.841 doses de reforço e 10.620 doses adicionais. O número total, até esse dia, foi de 5.006.817 doses aplicadas.

"É um momento muito importante, porque precisamos concluir o ciclo vacinal da população. Nós temos ainda muita gente que deixou de se vacinar e um contingente muito grande que não tomou a segunda dose. É importante colocarmos toda a nossa força para que a gente possa fechar esse ciclo vacinal e evoluir na qualidade de vida e na retomada da vida da população", afirma o governador Ibaneis Rocha.

O fechamento do ciclo vacinal está relacionado ao número de óbitos e pessoas internadas. Segundo a Secretaria de Saúde (SES), dos 10.969 óbitos provocados por covid-19 até 16 de novembro do ano passado, 92,2% dos casos envolveram pessoas que não haviam completado o esquema vacinal contra a doença.

"A vacinação superou qualquer expectativa dentro da quantidade de cobertura vacinal, de doses aplicadas. Foi a maior campanha de vacinação que o DF já fez, proporcionalmente. Precisamos potencializar agora a retomada de serviços, principalmente para as pessoas que, por conta da pandemia, se afastaram da rede pública e de seus serviços", aponta o secretário adjunto de Assistência à Saúde, Fernando Erick Damasceno.

Foi justamente esse avançar da vacinação que permitiu que, no fim de 2021, o DF liberasse o uso obrigatório de máscaras de proteção ao ar livre e, ao mesmo tempo, permitisse a ampliação do fluxo de pessoas em eventos, shows e competições esportivas mediante comprovação do ciclo vacinal.

Mesmo diante disso tudo, vale lembrar: a pandemia não terminou, e ainda é preciso adotar todos os cuidados de higiene e se vacinar.


Caiado entrega cestas básicas a comunidades quilombolas do distrito de Vazante, em Divinópolis de Goiás: "Minha grande obra de governo não é construir prédios, é cuidar das pessoas para que possam viver com dignidade"

Fotos: Marcos Júlio.

Por determinação do governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), o Governo de Goiás, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Seds), Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Emater e Corpo de Bombeiros, enviará, neste sábado (8/1), uma nova remessa de donativos aos municípios afetados pelas fortes chuvas, no Nordeste do Estado. Ao todo, mais de dois mil benefícios, sendo 200 filtros de barro para água e dois mil pacotes do Mix do Bem, que rende até 10 refeições cada, serão entregues a famílias que vivem na região. Desde a última semana, quatro mil donativos foram destinados às famílias, muitas ilhadas pela água em comunidades quilombolas.

"Costumo dizer que o governo tem que ser humanitário. Todo gestor tem que ter amor ao próximo, coragem para tomar decisões e proteger a vida das pessoas", pontuou o governador Ronaldo Caiado. "Minha grande obra de governo não é construir prédios, é cuidar das pessoas, dar qualidade de vida para que possam viver com dignidade, saúde, educação e emprego", enfatizou.

Montada em Teresina de Goiás, a 490 quilômetros de Goiânia, a base da força tarefa é responsável por receber e distribuir os donativos em toda a região. Na última semana de 2021, o posto foi responsável pelo atendimento direto a 400 famílias quilombolas que vivem nas comunidades do Vão das Almas, Vão do Moleque e do Rio Bonito, no município de Cavalcante, que estavam isoladas.

"Eu tenho um carinho enorme pelas comunidades quilombolas e não poderíamos jamais deixar todas essas famílias desamparadas. Quando soubemos que muitas delas estavam desabrigadas e desalojadas, o governador mobilizou a ajuda de imediato. Organizamos carros traçados, barcos e até helicóptero para socorrer essas pessoas. Nosso trabalho não para, continuamos com o posto de comando em Teresina e faremos chegar donativos a todos que necessitarem", diz a presidente de honra da OVG e coordenadora do GPS, primeira-dama Gracinha Caiado.

Combate à fome
As 1,8 mil cestas básicas destinadas pelo Governo de Goiás às famílias das cidades de Teresina de Goiás, Cavalcante, Niquelândia, Mutunópolis, Alto Paraíso e Formoso fazem parte da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus. Lançada em março de 2020, a ação já alcançou a marca de mais de 1 milhão de kits de alimentos de distribuídos. As doações beneficiaram famílias dos 246 municípios goianos, inclusive aquelas que vivem em assentamentos rurais e comunidades quilombolas.

O Mix do Bem, que será distribuído entre as famílias do Nordeste goiano a partir deste sábado (08/01), faz parte do Programa NutreBem, da OVG e do GPS, e é um alimento nutritivo que contribui para ampliar a segurança alimentar das famílias em situação de vulnerabilidade social no Estado. O produto inclui arroz, proteína de soja, cenoura, tomate, alho e cebola desidratados e não contém gorduras trans, gorduras saturadas ou lactose. O alimento é de preparo rápido e rende até 10 porções nutricionais.

"Estamos garantindo o padrão nutricional, com a reposição de minerais, de nutrientes necessários para manter a pessoa alimentada durante o seu dia", declarou o governador Ronaldo Caiado.
Fim de ano chegando e quem está se preparando para viajar nas férias precisa tomar alguns cuidados extras com a segurança em sua residência para evitar surpresas desagradáveis no retorno para casa. Nesse período, também é importante checar as instalações hidráulicas do imóvel para evitar qualquer tipo de vazamento de água na sua ausência

Fotos: Kátia Barreto.

Apesar de não haver consumo de água no imóvel, um vazamento inesperado pode causar transtornos como alagamentos, infiltrações nas paredes, sem falar do aumento da fatura de água.

Muito comum no retorno das férias, a revisão do consumo de água é uma solicitação que costuma aumentar nos meses de agosto e janeiro, segundo a Central de Relacionamento com o Cliente da Saneago. Durante o ano de 2018, quando ocorreu o último recesso antes da pandemia, a média foi de 1.150 chamados para esse serviço. Mas em janeiro de 2019, mês que sucedeu o recesso, houve um aumento para 2.016 solicitações, o equivalente a 57% a mais.

Para evitar esses tipos de transtornos, a Saneago listou algumas dicas para auxiliar os clientes na hora de planejarem o recesso nesse final de ano: em primeiro lugar, certifique-se de que todas as torneiras estão bem fechadas. Dessa forma, você evita desperdício e um possível alagamento. Com trinta minutos de torneira pingando, você desperdiça 270 litros de água, o que representa 90.720 litros de água se o recesso for de sete dias.

Caso não combine com alguém para visitar o imóvel para cuidar dos animais ou plantas durante o recesso, aproveite para fechar o registro geral. Se isso não for possível, anote o número indicado no hidrômetro de sua residência. Desta forma, não haverá consumo de água no imóvel e você ainda aproveita para verificar se há algum vazamento interno.

Se houver piscina no imóvel, não esqueça de cobri-la, para evitar a evaporação. E não deixe nenhum recipiente acumular água parada, para evitar focos do mosquito Aedes aegypt,  transmissor da dengue.

Depois de tomar todos esses cuidados, #partiu para o merecido descanso.
São 50 profissionais trabalhando para tapar buracos, recuperar vias e restabelecer rede pluvial em Taguatinga e São Sebastião

Foto: Micaela Oliveira.

Apesar de serem esperadas em janeiro, as chuvas, esse ano, se intensificaram e andam causando transtornos para a população. Neste sábado (8), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) atua em um mutirão de manutenção em Taguatinga, recuperando vias e realizando serviços de tapa-buracos, e em São Sebastião, restabelecendo a rede pluvial.

"Estamos trabalhando incansavelmente para que a população se sinta segura e amparada quando as chuvas causam prejuízos", Fernando Leite, presidente da Novacap.

São cerca de 50 profissionais, entre técnicos, engenheiros e operadores de máquinas, que estão trabalhando para garantir a segurança da população. A Novacap trabalha o ano inteiro na prevenção de estragos causados por fenômenos naturais, poda de árvores, desobstrução de bocas de lobo, limpeza da rede de drenagem, recuperação de vias e operações como a deste sábado.

Em São Sebastião, onde houve o rompimento da rede pluvial, a equipe de engenheiros e técnicos da Novacap, em parceria com os trabalhadores da administração local, isolou a área para escavação, troca de manilhas e conserto da rede. A previsão é que na segunda-feira (10) a pavimentação esteja concluída.

Taguatinga
Em Taguatinga, 27 profissionais estão nas ruas da C3, C4, C5 e C8 recuperando a malha asfáltica. As chuvas abriram buracos e crateras, colocando em risco os pedestres e motoristas que desviam do centro da cidade – atualmente em obras, devido à construção do Túnel de Taguatinga. A Novacap foi acionada e rapidamente tapou diversos buracos no local, deixando novamente a via segura para o tráfego na região.

"A Novacap é a empresa que zela por Brasília; nosso dever é agir rápido", resume o presidente da companhia, Fernando Leite. "Estamos trabalhando incansavelmente para que a população se sinta segura e amparada quando as chuvas causam prejuízos. Recrutamos toda a nossa equipe de operadores, técnicos e engenheiros para atuarem junto aos profissionais das administrações regionais, para restabelecer a normalidade de serviços essenciais."

 


Posse dos Conselheiros e Diretoria CRECI-DF – Triênio 2022/2024

Tomou posse nesta quarta-feira, 5 de janeiro, a nova diretoria do Conselho Regional de Corretores de Imóveis 8ª Região – Distrito Federal (CRECI-DF), autarquia que foi criada para disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de Corretor de Imóveis e Imobiliárias.

A Diretoria que estará à frente do CRECI-DF para o triênio 2022/2024 será comandada por Geraldo Nascimento, que está em seu segundo mandato consecutivo no Conselho. Para ele, a gestão passada teve seu dever cumprido e trouxe muitos resultados. “Nesta gestão queremos ainda mais valorizar os profissionais do mercado imobiliário. Ainda não temos o reconhecimento que merecemos, dada a grandeza e a importância da profissão. Nós temos também que dar exemplo, fazer o que a lei determina e cumprir as prerrogativas que é: a defesa da sociedade e dos corretores de imóveis”, destacou.

“O convite que essa gestão faz é para que nos doemos mais. Temos que ser otimistas e ser otimista é uma atitude inteligente. Para mim, o maior salário é a honra, e é ela quem deve nos impulsionar a fazer o que é certo, e o que é melhor para a nossa profissão”, disse o 1º Diretor Secretário, Diego Henrique Gama.

Na ocasião, o 1° Diretor Tesoureiro empossadoAcher Rodrigues, destacou quanto à organização atual do Conselho. “Fico muito feliz hoje, após o árduo trabalho de toda a diretoria, neste mandato que se encerrou, em presenciar nosso conselho em franca recuperação, e garantir aos corretores de imóveis, tanto quanto para a sociedade, melhores condições e capacitação  profissional de nossos colegas nas intermediações imobiliárias. Hoje, ao iniciarmos essa nova Gestão de 2022 a 2024, já com nossa autarquia em bem melhores condições do que a recebemos há 3 anos, temos a certeza que iremos buscar ainda maior  eficiência, no fornecimento de ferramentas e conhecimentos para nossos pares Corretores de Imóveis, visando segurança profissional, de modo que seus honorários sejam sempre alicerçados pela excelência em seu trabalho, com visão longeva e próspera.”, concluiu.

DIRETORIA CRECI-DF TRIÊNIO 2022/2024

Presidente
Geraldo Francisco Do Nascimento

1° Vice-presidente

Leonardo Araujo Dos Santos Cardoso

2° Vice-presidente 

Ricardo Leo Valim Porto

1° Diretor Secretário

Diego Henrique Gama

2° Diretor Secretário

Francisco Carlos Lima

1° Diretor Tesoureiro 

Acher Henrique Rodrigues

2° Diretor Tesoureiro 

Maria Alice Da Silva

 

tags: imoveis,imoveis em brasilia,creci,crecidf,creci brasilia,corretor,corretor de imoveis,corretor em brasilia,imobiliaria,imobiliaria em brasilia,conselho regional de corretores de imoveis,cofeci



A cozinha Brasileira e Italiana sob a direção do popular chef é ótima neste local. Você pode pedir filé fascinante, tamboril saboroso e parmigiana boa. Muitos clientes deste restaurante dizem que os profiteroles são ótimos. Va no  Roma e peça bom cordial. O serviço é formidável. Quando entrar neste lugar, repare no ambiente acolhedor


Na W3
Aberto desde 1960 e ocupando o mesmo ponto na 511 Sul, em meio à W3, desde então. O Roma é um verdadeiro tesouro da gastronomia afetiva na cidade. Comandando desde 1964 pelo belga Simon Pitel, o restaurante mantém o mesmo aspecto e prioriza a fusão da cozinha italiana clássica com a brasileira. O foco é o bom atendimento aos clientes e a consistência nos pratos apresentados. O destaque fica por conta do filé à parmegiana (400 g).

Fotos: Facebook Roma.

Uma história de sucesso
Foi nesta época, 1964, que Simon Pitel adquiriu o restaurante Roma, inaugurado em 15 de abril de 1960, um ícone de Brasília. Ele manteve o nome e o restaurante funciona até hoje no mesmo local da 511 Sul.

O restaurante foi um sucesso retumbante. Fila na porta, senha para buscar pizzas. Eram cerca de 200 pizzas por dia na década de 60. Teve uma vez, na época da ditadura militar, que o restaurante serviu sete ministros de Estado em uma única noite. "Foi uma surpresa. Na calçada ficaram vários seguranças".

Entre os frequentadores famosos: Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor, Jarbas Passarinho, Tônia Carrero, Cauby Peixoto, Ângela Maria, Moacyr Franco, Jorge Bem Jor e Waldick Soriano.

Roma
Endereço: Avenida W3 Sul, SCRS 511 Sul, Bloco B, Loja 61. 
Telefone: (61) 3346-4030 | 3346-3434. 
Horário de funcionamento: Diariamente, das 12h às 15h e das 18h30 às 22h30.


Localizada no Lago Sul, a comida de boa qualidade, o ótimo atendimento e a rapidez para o alimento chegar à mesa são o diferencial da Galeteria Beira Lago. A galeteria possui estacionamento amplo, espaço agradável para cinco ambientes e atualmente está funcionando somente no horário de almoço, devido à pandemia. O rodízio de galeto da Galeteria Beira Lago acompanha: arroz, farofa, a famosa polenta frita, salada verde, a deliciosa salada de batata com maionese, massa caseira à sua escolha com o  molho especial da casa

Fotos: Paulo Melo.

Um franguinho na grelha cai bem! Ainda mais perto de casa, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) é um cliente frequente da Galeteria Beira Lago, no Setor de Clubes Esportivos Sul. O presidente sempre é muito assediado, mas ele conversa com todos. São muitas solicitações para fotos.

João Miranda, sócio proprietário da Galeteria, já abriu 17 restaurantes em Brasília, dentre eles o Fogareiro, na Asa Norte e o Babytique, na rua dos restaurantes. "Fiz uma análise no ano de 2007 e percebi que faltava em Brasília uma casa de rodízio de carne branca", conta.

Atualmente o restaurante tem um dos melhores espaços de Brasília. "Tenho uma vasta experiência no ramo. O estacionamento é muito bom, digo que de restaurantes é um dos mais amplos que tem na capital federal. É uma casa grande, são 5 salões, a casa é imponente, com ar condicionado, nossa arquiteta Monica Pinto foi muito feliz no projeto. O atendimento é rápido, a carne branca é um sucesso no mundo, o galeto não tem hormônio.", afirma Miranda.

"A casa desde 2007 é um sucesso de público. Estamos perto da Câmara, Senado, Tribunais, durante a semana recebemos os funcionários públicos e os políticos. No final de semana recebemos as famílias daqui dessa região mais próxima", comenta Miranda, proprietário.

A casa é reconhecida pelo tradicional rodízio de galeto elogiado por todos, com acompanhamentos e temperos especiais, dentre elas a salada de maionese e a polenta. A galeteria já foi eleita por várias vezes a melhor de Brasília.

Miranda é um dono que, diferente de muitos outros, também trabalha na casa auxiliando seus 27 funcionários, cativando seus clientes com bom humor, conversas na mesa e fotos. "A galeteria é uma casa super familiar, agradável. A comida é rápida, no máximo 5 minutos a comida já está na mesa. Estamos aprimorando nosso atendimento, vou às mesas falar com meus clientes. Eu trabalho na empresa, eu vivo o meu negócio. E graças a Deus faço o que gosto", conclui.

Um dos acompanhamentos mais saborosos da Galeteria Beira Lago, é o tempero de ervas que serve para temperar o galeto ou a salada.

Serviço:
Almoço de Domingo na Galeteria Beira Lago
Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 2, conjunto 32/33, ao lado do Pier 21;
Telefone: 61 3233-7700 / 61 99866-3466
Horário de funcionamento: Somente almoço – 11h30 às 16h. Sábado e domingo até 17h;
Rodízio de galeto: 75,90 por pessoa;
Site: www.galeteriabeiralago.com.br
Entrada: Sua honrosa presença.
Prato principal: Família, amigos e você.
Acompanhamentos: Alegria, amor, paz, prosperidade e saúde.
Sobremesa: Sua satisfação e breve retorno
Bebida: Um brinde a você


Para quem não sabe, a deputada federal Aline Sleutjes, além de ser uma respeitada parlamentar, é professora de educação física e incentiva o esporte. O prefeito Júlio Leite, de Terra Rica, levou ao conhecimento da parlamentar a necessidade da reforma do ginásio da cidade e prontamente foi atendido.

 

Dia 05 de janeiro foi reinaugurada a quadra do ginásio Soletão em Terra Rica-PR, com a abertura do Campeonato Regional de Futsal. A quadra, que atende a cidade e região, recebeu recentemente novo piso modular indoor. A substituição feita pela Divisão de Esportes do município custou R$ 300 mil e foi realizada com recursos disponibilizados pela deputada federal Aline Sleutjes.

 

De acordo com o diretor de Esportes, Celso Vinicius Gimenes Azoia (Kalunga), com a modernização da quadra o município passa a estar apto a receber qualquer evento esportivo oficial. Além da possibilidade de sediar novas competições, Kalunga comenta que o moderno piso proporcionará aos atletas maior conforto, aderência e segurança.

 

"Saúde, educação são algumas das minhas bandeiras prioritárias, sou professora por profissão e política por vocação, entendo a necessidade da prática de esportes e os benefícios à saúde proporcionados por ela e quando recebo demandas desta área, faço todo o possível para atender e graças a Deus trouxemos recursos e viabilizamos a reforma tão esperada no ginásio de Terra Rica", destacou Aline Sleutjes.

Chegamos em 2022. Agora é hora de refletir tudo que foi conquistado em 2021 mas também de começar a fazer a lista de sonhos para iniciar 2022 com planejamento e colocar suas finanças em ordem  


 
Logo no início deste caminho, é preciso considerar que despesas como IPTU, IPVA, matrícula e materiais escolares, licenciamento de veículos, entre outras precisam ser prioridade para abrir espaço para as realizações almejadas para o ano. E, pensando em ajudar os brasileiros nessa organização, a educador financeiro do Sicoob, Eduardo Trigueiro, separou algumas orientações.
 
De acordo com Eduardo, essa é a hora de dar início ao planejamento financeiro. "Existem despesas que podem ser adiantadas agora no fim do ano. Algumas escolas, por exemplo, disponibilizam a lista de materiais do ano seguinte. Então, se puder antecipar a compra é melhor", diz.
 
"Outra opção é consultar na escola materiais que não foram utilizados em 2021 para comprar apenas o necessário para o próximo ano letivo. Para gastos em livros, pesquisar os preços é fundamental. E em casos de renovação de matrícula, se puder já antecipar, melhor", pontua.
 
Despesas como IPTU e IPVA chegam neste mês. "IPVA não tem como antecipar, ele vem sempre nos primeiros meses. Hoje, existe a possibilidade de fazer o parcelamento maior que o próprio governo permite. Essa pode ser uma alternativa para conciliar o que entra e o que sai do seu orçamento".
 
"Aproveitar o desconto à vista é uma opção válida, mas apenas se você tiver com o dinheiro na conta. Agora, se a pessoa pretende trocar de carro em 2022, essa é a hora de evitar que a conta completa do IPVA seja paga".
 
Se você guardou parte do 13º salário, então pode aproveitar parte para as negociações de dívidas que acontecem no final de ano e que são alternativas válidas, desde que não atrapalhem suas contas fixas. Como planejamento financeiro para 2022, o educador orienta já começar a fazer uma reserva durante todo o ano para essas contas fixas que chegam. Por exemplo, normalmente as cobranças do IPVA são realizadas sempre na mesma época do ano e quem possui veículo sabe da obrigatoriedade de pagamento do imposto. A dica é já se preparar nos meses anteriores para realização deste pagamento, guardando um pouco de dinheiro a cada mês e contar com a possibilidade de pagar à vista utilizando o desconto que normalmente é concedido.
 
Para melhor auxiliar, o Sicoob disponibiliza para comunidade geral o curso "Se Liga Finanças". Um projeto totalmente gratuito que oferece ao público uma jornada de conhecimento com o objetivo de ajudar os brasileiros a ter uma vida financeira mais saudável, com uma nova visão sobre o dinheiro.  


O Sicoob DFMil atende a Segurança Pública do Distrito Federal, as administradoras e/ou síndicos de condomínios. O diferencial é que, no Sicoob DFMil, o condomínio vai economizar em taxas e despesas. Além disso, a nossa cooperativa não tem fins lucrativos e visa atender aos interesses dos associados. Por isso, um representante do condomínio tem direito ao voto nas Assembleias do Sicoob DFMil.

Além das vantagens citadas, confira mais 7 benefícios de escolher o Sicoob DFMil:

1 - Cobrança bancária — as menores tarifas do mercado;

2 - Atendimento personalizado e humanizado — seja com o atendente prestando suporte pelo WhatsApp, por ligação ou por e-mail;

3 - Atendimento agilizado — as demandas dos síndicos são resolvidas em tempo hábil;

4 - Prestação de serviços a domicílio — quando a situação não pode ser resolvida por ligação, e-mail, WhatsApp ou aplicativo Sicoob, nosso consultor leva nossos serviços até os condomínios;

5 - Equipe especializada em condomínios — equipe preparada para atender as necessidades dos síndicos e administradoras de condomínios;
 
6 - Seguro de edificação e residencial — as melhores cotações com custo benefícios, para os condôminos e para o condomínio;

7 - Financiamento para obras ou energia fotovoltaica — as menores taxas e os melhores prazos, para realização de obras condominiais.

O Sicoob DFMil facilita a vida do síndico e auxilia na redução dos custos dos condomínios.

Gostou? Entre em contato com o atendimento de condomínios e faça parte: https://cutt.ly/MnRgeO8
 
Empresas se unem e doam cobertores, itens de higiene e água para desabrigados na Bahia. Agência de comunicação de Brasília participa da campanha "Doe Amor, Doe Cobertor"



Empresas de todo o Brasil, e também pessoas físicas, estão unidas para ajudar as 715 mil pessoas afetadas após as enchentes na Bahia. Entre as iniciativas está a parceria da agência Qu4tro Comunicação e Assessoria Estratégica, de Brasília, com a Equipe Lepin Enxovais, empresa sediada em São Paulo.

Segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), no balanço da última segunda-feira, as chuvas no estado da Bahia já causaram 26 mortes. No total, 715.634 pessoas foram afetadas em 166 cidades.

A agência de comunicação da capital do país enviou 509 cobertores e vários itens de higiene e água para a campanha "Doe Amor, Doe Cobertor". A iniciativa acontece há 8 anos, liderada pela Lepin, e conta com a participação de Organizações não governamentais (ONG´s), instituições públicas e privadas e muitos grupos sociais que colaboram em causas importantes.



União de forças
 "A cada ano aumenta nossa corrente e esse trabalho nos engrandece, solidifica e nos enche de orgulho. Orgulho em conhecer tanta gente boa, como o pessoal da agência Qu4tro, que cruzou nosso caminho para compartilharmos essa história", afirma Ivamir Guisso, representante do grupo Lepin Enxovais.

A CEO da agência Qu4tro Comunicação e Assessoria Estratégica, a jornalista Claudia Marques, conta que a "Social Qu4tro" é o braço humanitário da agência Qu4tro Comunicação e Assessoria Estratégica e tem a missão de cuidar das pessoas. "Nessa ação, também contamos com doações de médicos, jornalistas, estudantes e advogados de Brasília", ressalta Claudia.

"São 715 mil pessoas afetadas com as enchentes na Bahia e elas precisam de todos nós. Além das nossas doações, estamos arrecadando produtos de higiene pessoal e limpeza, alimentos não perecíveis, cobertores, roupas e garrafas de água potável", alerta a jornalista Claudia Marques.

Doações
A jornalista acrescenta que, caso alguém queira ajudar, basta entrar em contato pelo Instagram da empresa @4assessoriaestrategica ou pelo WhatsApp (61) 96425797. "Organizaremos a logística e vamos enviar alguém para buscar as contribuições para aqueles que perderam quase tudo com as chuvas", reforça.

"Essa tragédia da Bahia só nos prova que as pequenas atitudes, de pessoa para pessoa, são as mais valiosas pois é nelas que está a maior demonstração de respeito e amor ao próximo", finaliza Guisso.
O HOSPITAL MUNICIPAL ANTÔNIO JOAQUIM DE MELO QUE É MAIS CONHECIDO COMO  HOSPITAL REGIONAL DO JARDIM INGÁ ACABOU DE RECEBER UM APARELHO DE 'RAIO X' NOVINHO EM FOLHA



De acordo com o secretário de Saúde, Divonei Oliveira, a gestão passada pagava aluguel de um outro equipamento, sendo que estava na caixa desde 2017 e não funcionava por falta de um simples monitor (CPU).

Em menos de 2 meses à frente da secretaria Municipal de Saúde, Divonei Oliveira, já fez várias mudanças na área, entre elas, melhorar o Acolhimento na Atenção Básica, reformar postos de saúde e estender o horário de atendimento na sede da Secretaria. "Agora funcionaremos das 7 às 17h30, sem fechar para o almoço. Isso para melhor atender o cidadão pagador de impostos", afirmou o secretário.

Outra realização do novo secretário foi em relação ao Raio X do Hospital Regional do Jardim Ingá. De acordo com ele, a CPU do equipamento que estava sendo usada na unidade era alugada por R$ 7 mil reais (valor que em apenas 6 meses era possível comprar um próprio). "Foi o que fizemos. Compramos uma CPU nova e entregamos ao Hospital. Esta foi a determinação do Prefeito Diego Sorgatto; economizar recursos públicos para fazer mais e fazer melhor para a população", concluiu Divonei.

De acordo com a Diretora do Hospital, Enilda Meireles, a mesa do aparelho foi adquirido ainda no ano de 2017 e estava encaixotada enquanto muitas unidades de Saúde estavam com seus equipamentos quebrados: "Lamentável a quantidade de dinheiro que poderia ter sido economizada e quantas pessoas poderiam ter sido atendidas se o aparelho estivesse em funcionamento desde essa época", disse.


A Secretaria de Comunicação é ouro pelo segundo ano consecutivo. Gerente da Secretaria-Geral do órgão, Leidina Rosa Santos, recebe troféu da categoria dos servidores que tiveram desempenho acima da média na execução da gestão de riscos. Evento, realizado no auditório do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), marca encerramento da Semana Internacional de Combate à Corrupção 2021, coordenada pelo Governo de Goiás, por meio da Controladoria-Geral do Estado (CGE)



Fotos: Hegon Guimarães e Lucas Diener

O governador Ronaldo Caiado premiou órgãos estaduais que se destacaram nos rankings do Programa de Compliance Público (PCP) e do Goiás Mais Transparente. O evento, realizado no auditório do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), fez parte do encerramento da Semana Internacional de Combate à Corrupção 2021, coordenada pelo Governo de Goiás, por meio da Controladoria-Geral do Estado (CGE).

"Graças ao Compliance, evitamos que os programas e contratos causassem prejuízo ao povo goiano. Trouxemos benefícios para a população de mais de 1,5 bilhão que não foram desviados e, como tal, bem aplicados para a sociedade", disse Caiado.

A Secretaria de Comunicação (Secom), sob a gestão de Tony Carlo, conquistou o selo ouro pelo segundo ano consecutivo no prêmio Goiás Mais Transparente, que avalia a adequação dos portais de Acesso à Informação às normas da Controladoria-Geral do Estado (CGE) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE). "O papel da comunicação é fazer essa ponte com a imprensa de forma transparente, honesta e mostrar todos os avanços do Estado", disse o secretário.

Além dos troféus aos órgãos da administração direta e indireta que se destacaram, foram entregues ainda, as premiações dos servidores que tiveram um desempenho acima da média na execução da gestão de riscos e distribuídas as certificações de capacitação em Compliance Público. A gerente da Secretaria-Geral da Secretaria de Comunicação (Secom), Leidina Rosa Santos, recebe o troféu como um dos destaques dos servidores que tiveram desempenho acima da média na execução da gestão de riscos, durante divulgação do ranking do Programa de Compliance Público (PCP) e do Goiás Mais Transparente.

"Esse prêmio é o resultado do esforço, comprometimento e engajamento de todos da Secom. Eu estou apenas como representante, pois o prêmio é de todos que me ajudaram e é de toda a Secom", disse Leidina, uma das coordenadoras do Escritório Compliance da Secretaria de Comunicação (Secom).

Vencedores
 Os vencedores da premiação foram divididos por categoria. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), venceu no Grupo I, que reuniu órgãos de até 200 servidores. A Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), sob a gestão de Pedro Sales, venceu na categoria Grupo II (órgãos de 201 até 1.000 servidores); a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), comandada por José Essado, venceu no Grupo III (órgãos acima de 1.000 servidores). O órgão de destaque em gestão de riscos foi a Saneamento Goiás (Saneago), que tem Ricardo Soavinski como presidente.

No prêmio Goiás Mais Transparente, o Ministério Público do Estado venceu a Categoria I - Poderes Autônomos; a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), sob a gestão de Tiago Mendonça, venceu a Categoria II - Órgãos da administração direta, autarquias e fundações públicas, demais poderes e órgãos autônomos. A Agência Goiana de Gás Canalizado (Goiásgás), sob a presidência de Marcelo Alves de Sousa, venceu a Categoria III - Empresas públicas e sociedades de economia mista. O Prêmio Inovação em Transparência Pública foi para a Secretaria de Indústria e Comércio (SIC), sob a gestão de Joel de Sant'anna.

 Moradores do município têm compartilhado nas redes sociais o excelente atendimento médico enquanto cidades do DF, como Gama e Santa Maria, recebem duras críticas


As exigências na área da Saúde nunca foram tão rígidas quanto agora por conta da pandemia da Covid-19. Governantes do Entorno do DF tiveram que se desdobrar para atender à parcela da população que foi contaminada e, ainda, dar assistência à saúde básica, às urgências e às emergências. E um dos líderes que mais se destacou neste período foi o prefeito de Novo Gama, Carlinhos do Mangão, que conseguiu elevar o atendimento médico do município.

O prefeito foi um dos responsáveis por disponibilizar doses da vacina anticovid em tempo recorde, o que contribuiu para que mais de 70 mil pessoas fossem imunizadas no município. No entanto, Carlinhos não focou apenas na crise sanitária. Ele continuou trabalhando para que os moradores do Entorno fossem atendidos com excelência na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade.

O alto investimento vem rendendo elogios nas redes sociais. A internauta Liana Araújo compartilhou a sua gratidão aos profissionais da saúde de Novo Gama pelo atendimento prestado na UPA do município. “O atendimento na UPA do Novo Gama é ótimo! Profissionais super educados e carinhosos com a população”, escreveu.

O sentimento também foi compartilhado pela moradora de Santa Maria Vanusa Passos que parabenizou, nas redes sociais, a eficiência e qualidade do atendimento no município goiano. “Agora, no Goiás, onde eu mesma já critiquei, é lá que está o melhor atendimento ao povo do DF. Nota mil ao atendimento. Eles (equipe do Novo Gama) atendem a todos”, publicou.

Contudo, apesar das felicitações à equipe do Entorno, Vanusa aproveitou o espaço nas redes sociais para mostrar a sua insatisfação pelo serviço de saúde prestado na capital federal. Segundo a moradora de Santa Maria, é muito difícil conseguir atendimento na rede pública do DF e, também, assistência emergencial. De acordo com ela, são priorizados apenas os casos de extrema urgência.

Confira a seguir o comentário na íntegra.




A lista de reclamações dos moradores do DF direcionadas à assistência médica é extensa: falta de profissionais, unidades de saúde cheias, descaso com os pacientes, filas quilométricas e, o principal, falta de atendimento. O que resulta em comentários de decepção, como o compartilhado pelo morador do Gama Lucivaldo Aguiar.

Muitas das vezes temos que ir para a UPA do Novo Gama, porque nas UPAs do DF passamos horas e horas para ser atendidos”, escreveu. 






Benfeitorias e manutenção de espaços públicos serão de escolha da comunidade


 
O vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos), encaminhou um ofício às Prefeituras Comunitárias para informar que, a partir de 15 de janeiro, serão recebidas as propostas de execução de serviços de infraestrutura por meio da Lei 6.915, denominada "Nossa Quadra". Após visitar as quadras do DF e conversar com os prefeitos comunitários, o deputado viu a necessidade de autonomia da comunidade na escolha de pequenos reparos e benfeitorias.

Para pleitear os recursos, os prefeitos comunitários deverão encaminhar a documentação indicada no ofício, no e-mail indicado, assim como cumprir com os requisitos do decreto de regulamentação da lei, divulgado pelo Poder Executivo. O prefeito deverá encaminhar também, a minuta do plano de trabalho, informando os serviços necessários na quadra.

A análise do plano de trabalho, análise técnica, enquadramentos legais, e execução dos recursos serão realizadas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). Segundo o autor da Lei, deputado Delmasso, essa política permite que as quadras recebam as benfeitorias que o prefeito e a comunidade, que vivenciam as necessidades, consideram importantes. "Além da autoria da Lei, destinei emenda parlamentar, para execução da Nossa Quadra", disse Delmasso.

NOSSA QUADRA
A Nossa Quadra é uma política pública de autoria do deputado Delmasso, criada pela Lei 6.915 de sua autoria. Agora, as organizações da sociedade civil, dentre elas as Prefeituras Comunitárias, associação de moradores e conselhos comunitários, podem solicitar a realização de manutenção de espaços públicos em local determinado.

Dentre os serviços que podem ser executados estão a jardinagem, instalação de calçadas, manutenção de quadras poliesportivas, manutenção de parques, instalação de lixeiras, instalação de academias comunitárias, poda de árvores, instalação de videomonitoramento e outras benfeitorias que estão listadas na Lei.

As manutenções podem ser custeadas pelo próprio governo, ou via recursos de emendas parlamentares dos deputados distritais. Dessa forma, as prefeituras poderão realizar a solicitação a manutenção tanto ao Poder Executivo, quanto aos gabinetes de parlamentares que decidirem destinar recursos de emenda ao projeto.

"Escola é essencial e não deveria ter parado" declarou a vice líder do governo no congresso nacional, deputada federal Aline Sleutjes, que é autora juntamente com as Deputadas Paula Belmonte e Adriana Ventura do projeto de lei PL 136/2021 que Dispõe sobre o retorno obrigatório às aulas presenciais, na educação básica pública.

De acordo com um novo relatório publicado no dia 6 de dezembro de 2021, pelo Banco Mundial, Unesco e UNICEF, no qual afirma que esta geração de estudantes, depois de tanto tempo afastados dos estudos presenciais, correm o risco de perder, em valor presente, US$ 17 trilhões em ganhos durante a vida, ou cerca de 14% do PIB global de hoje, como resultado do fechamento de escolas por causa da pandemia de covid-19.

Além disso, o relatório The State of the Global Education Crisis: A Path to Recovery, mostra que, em países de baixa renda, a proporção de crianças que vivem em pobreza de aprendizagem – 53% já antes da pandemia – pode chegar a 70%, dado os longos períodos em que as escolas ficaram fechadas e a ineficácia do ensino remoto.

"Desde o início da pandemia, quando a recomendação de alguns era o fechamento total do comércio, igrejas e das escolas, com funcionamento somente de serviços essenciais. Eu defendi que o comércio não poderia parar, pois as consequências da miséria seriam piores do que da pandemia e que era um absurdo as aulas presenciais serem suspensas por tanto tempo, agora estamos colhendo os frutos deste desmando, os alunos estão enfrentando um déficit educacional gigante, o abismo entre os pobres e os ricos só cresceu, violência doméstica, estupro, abandono escolar, desnutrição e traumas psicológicos. Por esses motivos apresentei com as deputadas Paula Belmonte e Adriana Ventura o projeto de lei que torna a educação serviço essencial, visto que a escola é um lugar seguro, limpo, organizado, que possibilita cuidados sanitários, monitoramento de possíveis sinais de violência ou qualquer outro acontecimento diário contra o aluno, alimentação adequada, aprendizagem e atenção de qualidade" relatou a deputada federal Aline Sleutjes.

O Brasil é recordista em dias letivos sem escola, em 2020. O Brasil bateu o triste recorde de país com o maior número de dias letivos com escolas totalmente fechadas, no total foram 178 dias.  Esse pódio, do qual não há nada a se orgulhar, é composto por 46 países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O Ministro da Educação Milton Ribeiro defendeu o retorno às aulas, mas houve grande recusa dos Sindicatos de Professores, e a autonomia criada pelo STF para que os Estados e Municípios tomassem decisões em relação às políticas públicas dificultou o retorno dos alunos.

Nesse longo período, sem as aulas presenciais, houve grande evasão escolar, segundo pesquisa coordenada pelo Conselho Nacional da Juventude (CONJUVE), em um universo de 24.161 estudantes jovens, 24% dos entrevistados declarou a possibilidade de não retomar os estudos após o fim da pandemia. De acordo com o Instituto Datafolha, cerca de 4 milhões de pessoas abandonaram os estudos. O número se refere a 8,4% de estudantes de 6 a 34 anos que estavam matriculados antes do período pandêmico.

Houve interrupção de serviços essenciais que eram promovidos pelas escolas, tais como: vacinação, alimentação escolar, apoio à saúde mental e psicossocial, entrega de cestas básicas e cadastramentos sociais.  Segundo dados de levantamento recente, divulgado pela Unicef, a situação de insegurança alimentar de crianças e adolescentes oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social aumentou durante a pandemia do vírus Sars-COV-2 e foi agravada pela falta da merenda escolar.

O fechamento das escolas aumentou a proporção de crianças até 13 anos vítimas de abuso sexual. Os levantamentos mostram que o crime vem ocorrendo com vítimas cada vez mais jovens: o percentual de crianças de até 13 anos entre os registros passou de 57,9% em 2019 para 60,6% em 2020.

A pandemia de covid-19 fechou escolas em todo o mundo, interrompendo a educação de 1,6 bilhão de estudantes em seu pico. Em alguns países, foram observados maiores perdas de aprendizagem entre as meninas, aumento do trabalho infantil, violência de gênero, casamento e a gravidez precoce.

"A reabertura das escolas totalmente presencial deve permanecer como prioridade para conter e reverter as perdas de aprendizagem. Os municípios precisam implementar programas de recuperação da aprendizagem e acompanhar individualmente os alunos neste retorno, com o objetivo de assegurar que os estudantes desta geração possam recuperar o máximo possível, obtendo pelo menos as mesmas competências que as gerações anteriores" finalizou Sleutjes.

Boazinhas