Articles by "Brasil de FÉ"
Mostrando postagens com marcador Brasil de FÉ. Mostrar todas as postagens


Sob o comando de Fernando Diniz o Fluminense recebeu o Junior Barranquilla



O time começou com 2 zagueiros, 2 laterais, 2 volantes, Ganso na criação, 2 atacantes e Bigode.

Logo aos 3 minutos, num escanteio cobrado por Yago, Ganso abriu o marcador com um meio voleio.

A defesa ainda falha muito na troca de passe, principalmente David Braz.

Depois do gol o time cedeu espaço para o adversário para contra-atacar, mas o posicionamento estava errado pois Luiz Henrique e Cano também recuaram muito e na hora do contra ataque faltava atacante.

Além disso, os laterais ficavam muito atrás e com isso o time atacava pouco.

O erro de posicionamento é tão absurdo que Cano virou secretário de lateral, o que por óbvio o impede de fazer sua obrigação que é o gol.

Com 1x0 terminamos o primeiro tempo esquecendo que além da vitória, precisamos fazer um placar mais elástico porque a vaga pode ser decidida no saldo de gols.

Voltamos para o segundo tempo e a defesa continua dando susto por não se posicionar corretamente e a lentidão do time faz com que a bola não chegue ao ataque, e nas poucas vezes que chega, erram os passes de 3 metros.

Aos 10 minutos, como o Fluminense não queria jogar, o adversário ocupou o nosso campo defensivo e empatou o jogo.

Aos 15 minutos, Diniz tira Bigode e Chris, entrando Fred e Nathan.

Com o empate que desclassifica o time, os jogadores avançam mas erram muitos passes e não conseguem levar perigo ao adversário.

É irritante ver Samuel não saber marcar deixando uma avenida na lateral direita e pior, é uma nulidade no ataque.

Triste também ver a falta de malícia ao aceitar a catimba do adversário que pára o jogo a todo momento, até que aos 29 minutos Fred acerta um passe e Luiz Henrique faz o segundo gol.

Aos 30 minutos, Luiz Henrique cai para ganhar tempo, o que mostra claramente que ninguém está  orientado a tentar um placar elástico para decidir no saldo de gols.

Aos 33 minutos, isso fica mais claro quando Diniz tira Luiz Henrique e coloca Marlon.

Aos 43 minutos, saem Cano e Ganso para a entrada de Nonato e Welington.

Valeu pela vitória, mas vergonhoso que o time tenha recuado contra um time apenas mediano e pior, não tenha aproveitado o fator campo para construir um saldo de gols suficiente para buscar a classificação.
Agora, é buscar 2 vitórias fora de casa contra o Unión e Oriente.

É possível? Sim, mas tem que melhorar muito e acima de tudo acreditar que é possível buscar a vitória incessantemente nos 2 jogos, inclusive com muitos gols.
Por enquanto, é virar a chave e domingo visitar o Palmeiras.
Bora FLUZÃO!

*Raimundo Ribeiro é apaixonado por futebol e naturalmente tricolor.
Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br

 

Feira de artesanatos, caneca personalizada de brinde e atrações infantis estão entre as atrações 

Maio é um mês importante para olharmos com amor a quem nos deu à luz: as mães. Por isso, o Brasil Center Shopping está com várias atrações para celebrar a data!

Até o dia 07 de maio, o shopping realiza uma promoção imperdível: a cada R$ 100 reais em compras nas lojas locais, ganhe uma caneca personalizada “Seu amor é tudo, Mãe!” para presentear quem você ama.

Além disso, o centro comercial recebe uma feira de artesanatos mega especial até o dia 07 de maio. E as atividades gratuitas para a garotada continuam, com pipoca, pula-pula e totó também no sábado, a partir das 16h. 

Sobre o shopping

O Brasil Center Shopping conta com mais de 500 lojas, incluindo grandes redes varejistas, academia Smart Fit, salas de cinemas, praça de alimentação com opções para todos os gostos, amplo estacionamento e com pista de fácil acesso ao shopping. O cinema, de alto padrão, da rede Multicine, exibe os principais lançamentos nacionais e internacionais.

Brasil Center Shopping 

Endereço: BR 040 Av. Marginal - Parque Esplanada III - Valparaíso de Goiás

Segunda a Sábado: 9h às 20h

Domingo (Facultativo lojas): 14h às 20h

Praça de Alimentação (Seg a Sáb): 10h às 22h

Praça de Alimentação (Dom): 12h às 20h

Siga no Instagram: @brasil_centershopping 

Site: http://www.brasilcentershopping.com.br/acontece.php

Vitrine da Mulher, em Goiânia, é um dos poucos salões do Brasil que tem o produto

Especialistas em tratamento de câncer são enfáticos em dizer que a autoestima e o bem estar mental são fatores fundamentais para que o paciente possa se recuperar mais rápido. Porém, relatos de mulheres que passam pelo processo de quimioterapia nos contam que a queda dos cabelos faz com que elas não deseje mais sair de casa ou se socializar com outras pessoas.

"A gente se torna o centro das atenções por não ter cabelo. As pessoas nos olham com dó, com pena e já pensam 'coitadinha'. Além disso, sempre tem aquelas perguntas indesejáveis que nos fazem reviver a dor e a angústia ao ter que contar tudo pelo que estamos passando. E isso acontece justamente nos momentos de lazer", desabafa Cristiane Romemo, portadora de câncer de mama e em tratamento há mais de 10 anos. Ela destaca que quem está de fora pode achar que cabelo 'é o de menos' para quem está em tratamento contra o câncer, mas que não é essa a verdade. "A ausência do cabelo traz insegurança, isolamento e depressão. E tudo isso faz a doença piorar", desabafa.

Pacientes em tratamento contra a alopecia, que virou notícia internacional recentemente após a piada com Jadda Smith, esposa de Will Smith, durante a cerimônia do Oscar 2022, passam por situação semelhante. No caso da Alopécia, ao contrário do tratamento contra o câncer, a queda dos cabelos é permanente e vai ficando mais intensa ao longo dos anos. É uma doença genética.

Este é o  caso de Jovenilia Bezerra Carvalho, 66 anos. Ela relata que desde adolescente sempre teve muito pouco cabelo. "Meu cabelo sempre foi muito pouco. Com os anos ele foi ficando cada vez mais escasso. Isso ia me deixando triste e deprimida. As pessoas na rua olham , percebem e a gente se sente estranha. Porque o normal é ter cabelo. Minha autoestima estava muito ruim e foi aí que a Eliana me apresentou as laces inteligentes", conta.  Jovenilia conta que após começar a usar a lace ela voltou a sair e a frequentar bares e restaurantes. "Me sinto bonita de novo", destaca.


As laces inteligentes relatadas por Jovenilia são perucas com fios artificiais inteligentes que foram desenvolvidas no Japão. Elas chegaram a pouco  tempo no Brasil e o público as conhece muito pouco. De acordo com Eliana Martins, proprietária do Salão Vitrine da Mulher, em Goiânia, que é um dos poucos no Brasil que comercializam as peças, essas perucas têm como diferencial a leveza, a naturalidade, a maleabilidade e a facilidade de cuidado.

"As laces inteligentes são ideais para quem está fazendo quimioterapia ou para quem sofre com a alopecia. Isso porque elas são fáceis de usar, permitindo que a pessoa coloque e tire sozinha e tem a manutenção que pode ser feita em casa. São perucas que dão movimento ao cabelo e que, por isso, dificilmente é perceptível que não é o cabelo de verdade", revela a especialista ao destacar a facilidade para lavar e para colocar que a peça fornece.

De acordo com Eliana, as laces podem ser lavadas em casa em uma bacia com shampoo neutro. Ainda de acordo com ela, as perucas inteligentes podem secar naturalmente e não precisam de cola ou de touca para colocar no cabelo. "Praticidade e naturalidade são os principais diferenciais desse produto", revela.

E foi pensando nessas mulheres que Eliana Martins e toda a equipe do Vitrine da Mulher prepararam a campanha do Dia das Mães focada em mulheres reais que lutam contra essas doenças e que buscam manter a autoestima elevada com o uso das laces. Nas fotos e nos vídeos estão  Jovenilia Bezerra Carvalho e Noemi, ambas clientes de Eliana e adeptas das laces.

Os empresários José Anjos, da Decanter, e Eurione Fabrício do Enne Restaurante e Adega, receberam alguns convidados para uma degustação do que será o Goiânia Wine Festival, que acontecerá no dia 20 de maio, no Enne Restaurante e Adega, onde o público poderá degustar mais de  80 rótulos nacionais e importados e ainda adquirir os produtos com condições exclusivas da noite. O evento acontece junto à retomada da economia e se firma como uma noite de celebração dessa bebida cujo consumo tem se intensificado no Brasil e ganhando adeptos cada vez mais exigentes quanto à qualidade. A proposta do festival é justamente mostrar o que há de mais sofisticado e com custo-benefício incomparável em Goiânia. 

José Anjos Filho e Eurione Fabrício

Eurione Fabrício  Nayara Nayrod e Rodrigo Meireles 

Bruna Bueno, Carlla Muniz e Kamilla Santana

Ivan Shiki, Valdizar Morais, José Anjos e Eurione Fabrício

Ricardo Coutinho e Ana Carolina Fajardo

José Anjos e Márcia Oliveira

Marina Gontijo, Eurione Fabrício e Augusto Gontijo

Karla Lima, Mirella Mascarenhas e Mateus Rosa
Tábita Gonçalves  e Gessilene Barbosa  


Crédito: Divulgação

O cantor e compositor Marcelo Martins, conhecido internacionalmente graças aos hits 'Eu quero tchu, eu quero tcha', 'Louca Louquinha', 'Joga o Copo pro alto' e 'Agora é pra valer' faz dois shows neste sábado, 7 de maio, em Goiânia. O primeiro evento acontece ao meio dia no Charlotte Cozinha e Bar. O segundo será realizado ás 22 horas no Ponto do Porco Gyn.

Para os shows que são no formato pocket, ou seja reduzido, o cantor conta que preparou repertório focado em grandes sucessos da música sertaneja. De acordo com Marcelo, estão no repertório músicas de Bruno e Marrone, Milionário e José Rico, Chico Rey e Paraná, Leandro e Leonardo, João paulo e Daniel, Zezé Di Camargo e Luciano, entre outros. Além disso, o cantor promete interpretar os seus grandes sucessos Eu quero tchu, eu quero tcha, Louca Louquinha, Joga o Copo pro Alto e Agora é pra valer.



Também estão no repertório as músicas do meu projeto solo. Entre elas É Você, Anjo de Balada e Popô de Mola. Assista ao clipe de Anjo de Balada clicando aqui 

Serviço:

O que: Show Marcelo Martins
Onde: Goiânia - Goiás

Local: Charllote Cozinha e Bar
Dia: Sábado, 7 de maio
Horário: A partir das 12 horas


Local: Ponto do Porco Gyn
Dia: Sábado, 7 de maio
Horário: A partir das 22 horas

www.girocomunicacao.com.br 

Daniel Medeiros*


As elites rurais do país, diante das conturbações políticas que nos atingiam, buscaram reforçar o apoio ao presidente militar e, ao mesmo tempo, lembrá-lo da importância de que devia a elas a sua permanência no poder. Um acordo tácito, no qual, por um lado, as pretensões cívico-nacionalistas do presidente eram toleradas e, por outro lado, as insurgências que poderiam por em risco a manutenção do controle econômico pelas elites rurais eram combatidas.

A República, porém, não se reduz apenas aos acordos de interesses. Como na Roma Antiga, o papel das instituições é também o de equilibrar as tensões entre os diversos grupos que compõem a sociedade, e uma de suas estratégias é dar voz aos insatisfeitos por meio de seus representantes e na forma determinada pela lei, sob pena de precisar conter manifestações muito mais sérias e imprevisíveis. 

O presidente, no entanto, não dividia essa opinião republicana e via as agitações como fonte indesculpável de indisciplina e desobediência. Da mesma forma, não admitia que algumas instituições, como o Judiciário, por exemplo, buscasse cumprir seu papel de órgão de mediação, moderando os conflitos, ora acatando a censura ao Executivo, ora condenando-a. Para o presidente, um Judiciário que não rezasse diariamente por sua cartilha autoritária era um inimigo a ser combatido. Por isso, desde o começo, quis minar nomes independentes e indicar, para os cargos na mais alta corte, amigos e correligionários, mesmo que destituídos de notório saber jurídico.

A truculência do presidente era tão grande que, diante do agravamento do quadro institucional, muitos militares, inclusive generais, passaram a se indispor com o governo e um grupo deles chega a lançar um manifesto em defesa do cumprimento das disposições constitucionais. Diante de tal afronta - que era como o presidente via qualquer enfrentamento de suas determinações -, o chefe do Executivo manda prender os generais. O caso vai parar no  STF, que deveria julgar o habeas corpus impetrado pelo jurista Rui Barbosa. Diante da piora da situação e da possibilidade de a ordem de prisão ser desautorizada pelo Supremo, diz o presidente que “se o Supremo Tribunal conceder o habeas corpus, eu não sei quem concederá a ordem para os seus ministros, que dela necessitarão”.

Esse foi o auge do conflito institucional que marcou o segundo governo republicano brasileiro, envolvendo o general-presidente Floriano Peixoto e os ministros do Supremo Tribunal Federal. Passagem lamentável da vida nacional, a chamada República da Espada terminou com o país convulsionado por guerras civis e crise econômica e com o general inepto saindo pelas portas dos fundos do Palácio do Catete, sem receber o novo presidente, o civil Prudente de Morais, nem passar-lhe a faixa. Naquele momento, imaginava-se que o país havia testado ao máximo sua capacidade de manter suas instituições constitucionais e suportar os ataques de mandatários tirânicos. Mal era apenas o prelúdio de uma longa e interminável sanha de truculência e desfaçatez antidemocrática. 

*Daniel Medeiros é doutor em Educação Histórica e professor no Curso Positivo.
daniemedeiros.articulista@gmail.com
@profdanielmedeiros

Em uma parceria inovadora e sustentável, a Anglo American e a Ecovias do Araguaia estão testando a utilização de escória de ferroníquel nas obras de ampliação das rodovias BR-153/GO/TO, BR-414/GO e BR-080/GO. No total, mais de 10 mil toneladas do resíduo serão utilizadas como insumo na estrutura do pavimento próximo ao município de Barro Alto, em Goiás. Os trabalhos foram iniciados em fevereiro deste ano



 

Nos últimos anos, a Anglo American, em parceria com a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), realizou testes que comprovaram que o material, obtido em larga escala ao final do processo de produção do ferroníquel, não possui elementos nocivos ao meio ambiente e às pessoas.

 

A iniciativa, implementada no âmbito do Plano de Mineração Sustentável da companhia, reduz os impactos ambientais e também dá aplicação à escória, diminuindo a área necessária para estocagem dos resíduos gerados nas plantas industriais da empresa em Goiás. Além disso, gera impactos positivos, proporcionando uma alternativa às soluções tradicionais com ganhos ambientais e incentivo à economia circular, onde os resíduos de uma indústria servem de matéria-prima reciclada para outra indústria.

 

A pavimentação da rodovia faz parte de uma série de investimentos em infraestrutura viária que têm o apoio da Anglo American. "Continuaremos buscando novas alternativas para o aproveitamento de resíduos gerados em nosso processo produtivo", afirma Tiago Alves, gerente corporativo de Meio Ambiente da companhia. Ainda segundo ele, a empresa seguirá investindo em pesquisas, buscando sempre o seu propósito de reimaginar a mineração para melhorar a vida das pessoas.

 

De acordo com Sidney Filho, gerente de Engenharia da Ecovias do Araguaia, a busca por produtos como ferroníquel em substituição aos que normalmente são extraídos da natureza possibilita impactar positivamente o meio ambiente. "Além de priorizar a sustentabilidade, a iniciativa comprova o quanto estamos atentos em inovar continuamente os nossos processos", diz.

 

De 2018 até agora, os investimentos institucionais da Anglo American no estado de Goiás já somam mais de R$ 14,7 milhões. Esses recursos foram investidos em áreas como revitalização de nascentes no rio Araguaia, mobilidade urbana, saneamento, desenvolvimento da capacidade institucional, desenvolvimento da comunidade, educação e treinamento, além de esporte, lazer, cultura, artes, turismo e patrimônio, ações voltadas para a proteção do meio ambiente, saúde, bem-estar e segurança pública.

 

 

Sobre a Anglo American

 

A Anglo American é uma empresa líder global em mineração e nossos produtos são essenciais em quase todos os aspectos da vida moderna. Nosso portfólio de operações competitivas de classe mundial, que inclui uma ampla gama de opções de desenvolvimento futuro, fornece metais e minerais para um mundo mais limpo, mais verde e mais sustentável, atendendo ao rápido crescimento das demandas diárias de bilhões de consumidores.

 

Com nossas pessoas no coração dos nossos negócios, utilizamos práticas inovadoras e as mais recentes tecnologias para descobrir novos recursos e minerar, processar, movimentar e comercializar nossos produtos, os quais possibilitam a vida moderna para os nossos clientes – de forma segura, responsável e sustentável.

 

Como produtora responsável de diamantes (por meio da De Beers), cobre, metais do grupo da platina, minério de ferro de qualidade premium, carvão metalúrgico para siderurgia e níquel, além do projeto de nutrientes naturais em desenvolvimento, estamos comprometidos em atingir a neutralidade nas emissões de carbono em nossas operações até 2040. De forma mais ampla, por meio de nosso Plano de Mineração Sustentável, estamos comprometidos com uma série de metas desafiadoras para garantir que trabalhemos em prol de um meio ambiente saudável, desenvolvendo comunidades prósperas e construindo confiança como líder corporativo.

 

Trabalhamos em conjunto com nossos parceiros de negócios e diversas partes interessadas para liberar o potencial do valor sustentável que esses recursos representam para as comunidades e países onde operamos, para nossos acionistas, além da sociedade como um todo. A Anglo American está reimaginando a mineração para melhorar a vida das pessoas.

 

 

Sobre a Ecovias do Araguaia

 

Responsável pela manutenção de uma das principais ligações entre o Meio-Norte e o Centro-Sul do país – as BR-153/TO/GO e BR-080/414/GO –, a Ecovias do Araguaia, em participação com a GLP, integra o Grupo EcoRodovias, sob fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

 

O trecho concedido atravessa 38 municípios nos estados de Tocantins e Goiás, com a seguinte distribuição:

 

- Rodovia BR-153/TO/GO, entre Aliança do Tocantins e Anápolis com 624,1 quilômetros;

- Rodovia BR-080/GO, entre Uruaçu e Assunção de Goiás (BR-414) com 87 quilômetros;

- Rodovia BR-414/GO, entre Assunção de Goiás e Anápolis com 139,6 quilômetros.

 


Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br
O empresário José Aparecido da Costa Freire foi reeleito, nesta terça-feira (3), em chapa única e com todos os votos a favor, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF). O novo mandato vai até 2026. Ele também segue à frente do Sistema Fecomércio-DF, como presidente dos conselhos regionais do Sesc, Senac e Instituto Fecomércio. Esses são os braços sociais do comércio, que oferecem lazer, educação, saúde, qualificação profissional e diversos benefícios para a população do DF


Ovídio Maia (3º vice), José Aparecido (presidente reeleito), Sebastião Abritta (1º vice) e Álvaro Silveira (2º vice)

"Seguiremos com muita dedicação, fazendo com que a Federação, o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio continuem prestando seus serviços aos sindicatos, para que eles possam se fortalecer. Todos os sindicatos continuarão a ser tratados nesta gestão de forma igual. Dentro de um tempo que projetamos, até o final de 2024, essas entidades já terão a sua sustentabilidade por meio da ajuda que a Fecomércio dará nos próximos 2 anos. Quero agradecer a cada um pela confiança dada", destacou Aparecido após o anúncio do resultado.

A chapa Juntos Somos Mais Forte, encabeçada por Aparecido, é composta por 22 dos 28 sindicatos da Federação. Os vice-presidentes do time são Sebastião Abritta (Sindivarejista), Álvaro Silveira Júnior (Sindiatacadista) e Ovídio Maia (Secovi).

"José Aparecido administrou esse pleito com grande maestria. Essa chapa nasceu da consciência de que juntos somos mais fortes, e assim vamos fazer a diferença para o setor produtivo no Distrito Federal nas mais diversas áreas", disse Abritta, primeiro vice-presidente.

Para Silveira Junior, segundo vice-presidente, a formação da chapa única mostrou o poder de união e agregação apresentados por Aparecido. "Com certeza seremos uma diretoria muito participativa, em que todos poderemos contribuir com a presidência", ressaltou.

"A construção dessa chapa demonstra maturidade porque a Federação é feita de empresários, pessoas que estão acostumadas a negociar, que pensam sempre no bem do próximo e no melhor para o setor. Toda a equipe está de parabéns. Tenho certeza que Aparecido fará um grande trabalho para todos os segmentos", concluiu Maia, terceiro vice-presidente do grupo.

Fotos: Facebook.

Perfil e trajetória
José Aparecido preside ainda o Sindicato do Comércio Varejista de Material de Escritório, Papelaria e Livrarias (Sindipel). O empreendedor assumiu o cargo de presidente da Fecomércio-DF, pela primeira vez, no dia 5 de março de 2021, após o falecimento por complicações de Covid do então presidente Francisco Maia. Na época, José Aparecido foi eleito para completar o mandato e ficou um ano e dois meses no cargo. Nesse período, ganhou destaque com diversas ações de modernização, representatividade, transparência e revitalização das instituições do Sistema.

Nascido em Corumbá de Goiás (GO), José Aparecido da Costa Freire, tem 56 anos. Chegou em Brasília em 1972, quando adotou a capital do País para viver. Formado em ciências contábeis pelo Centro Universitário Icesp, iniciou sua trajetória empresarial em 1988, quando abriu uma papelaria na 104 Norte. Ao longo dos anos, teve várias empresas até criar a J.A Papelaria, fundada em 2009. Está há 20 anos no Conselho de Representantes Fecomércio-DF e desde 2004 na Diretoria da entidade. É presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Material de Escritório, Papelaria e Livraria do DF (Sindipel-DF) desde 2001. É pai de duas filhas: Susanny e Samara de Oliveira Freire.

Fecomércio
Durante o primeiro mandato de José Aparecido, a Fecomércio estruturou linhas de créditos para os empreendedores, além de estabelecer um diálogo aberto com o Governo do DF e com a Confederação Nacional do Comércio (CNC). "Elaboramos protocolos de segurança contra o Covid e realizamos reuniões para que os setores pudessem reabrir e funcionar com segurança. Também estabelecemos diálogos com o Poder Executivo para que o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) saísse do papel e desse um fôlego para os empreendedores. Procuramos entender a dor de cada segmento e sanar uma a uma, com a ajuda de nossos sindicatos", destaca José Aparecido.

Em 2021, a Federação abriu um canal de relacionamento com os poderes constituídos com o intuito de defender os anseios dos empresários. O trabalho foi intenso e gerou resultados, como a aprovação da revisão da LUOS, que destravará a economia e o emprego nos próximos anos. A Federação também trabalhou em conjunto com órgãos de governo para o lançamento do Pró-Economia e Refis. Para os próximos quatro anos, a expectativa é manter esse diálogo e representatividade. Atualmente, a Fecomércio representa 93% do PIB privado do DF e os setores que ela lidera são responsáveis por 60% dos postos de trabalho existentes.

Instituto Fecomércio
No Instituto Fecomércio (IF-DF), foi feito história: depois de mais de 20 anos em situação irregular, o IF saiu do Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin). Com isso, voltou a desenvolver grandes projetos, ampliando o leque de pesquisas empresariais e convênios para a inserção de jovens no mercado de trabalho. Durante 2021, o IF inseriu mais de 4,5 mil estudantes no mercado e retomou as pesquisas empresariais de vendas em datas comemorativas e os estudos conjunturais.

Senac-DF
O Senac-DF trabalhou ativamente durante esse período para transformar vidas e fomentar casos de sucesso. O Programa Senac de Gratuidade (PSG), por exemplo, estabeleceu um marco: apenas em 2021 foram disponibilizadas mais de 28,6 mil vagas em diversos cursos gratuitos para população. Na Faculdade de Tecnologia e Inovação Senac-DF foi criado um desconto e os cursos de graduação passaram a ser ofertados por R$ 99 e de pós-graduação por R$ 200, em uma estrutura totalmente moderna e inovadora. Também foi assinado, durante esse período, mais de 20 termos de cooperação com sindicatos e empresas para a oferta de cursos, contribuindo para o desenvolvimento local.

O Senac ainda reformou as fachadas das unidades da 903 Sul, Taguatinga, Ceilândia e da Faculdade de Tecnologia e Inovação. Para os próximos quatro anos, a expectativa é a de que todas as unidades sejam revitalizadas para atender melhor o público que utiliza os serviços.

Sesc-DF
No Sesc, foram feitas melhorias estruturais. A unidade da 504 Sul, por exemplo, uma das mais antigas, foi totalmente revitalizada. Toda a fachada foi repaginada, assim como espaços internos. A entidade realizou parcerias com o GDF para ofertar vacinas contra a Covid e o Programa Mesa Brasil Sesc foi outro destaque, ajudando diversas pessoas a saírem da pobreza alimentar. Implementado em 2003 no DF, o Mesa Brasil Sesc é um programa nacional de segurança alimentar e nutricional de combate à fome e ao desperdício de alimentos. Pioneiro no Distrito Federal, tem como finalidade garantir o direito humano à alimentação.

Também está prevista uma reforma do Teatro Garagem – um dos espaços culturais mais queridos e charmosos do Distrito Federal, inaugurado em 1979, localizado na unidade do Sesc da 913 Sul. Atualmente, o espaço conta com capacidade para 204 pessoas. A ideia é expandir o número de assentos, fortalecendo ainda mais os serviços na área cultural. E foi lançado no ano passado o projeto Sesc Voar – atendimento integral à crianças e famílias em vulnerabilidade social, buscando uma atuação em rede, com o objetivo de contribuir não só para o desenvolvimento de crianças, mas também de núcleos familiares.

Planos futuros
Para o novo mandato, que vai até junho de 2026, o presidente José Aparecido, junto com a diretora regional do Senac-DF, Karine Câmara, e o diretor regional do Sesc-DF, Valcides de Araújo Silva, espera avançar nessa transformação estrutural como foco na inovação e modernização do Sistema Fecomércio. Entre as novidades, está previsto a expansão de unidades do Sesc-DF e do Senac-DF para o lado Norte da cidade. "Essa construção é estratégica tendo em vista que a população cresceu na região nos últimos anos. Vamos atender Sobradinho, Planaltina, Itapoã, Paranoá, Lago Norte e os vários condomínios próximos. A região Norte do DF sempre foi esquecida e desde que assumi a gestão não tenho medido esforços para concretizar esse projeto", detalha.

José Aparecido informa que para os próximos anos a imagem de um Sistema unido, com suas entidades será reforçada. Em 2021, foi realizado um trabalho para que esse conjunto de instituições fosse mais integrado e reconhecido como um vetor de inovação, representatividade e fortalecimento dos setores do comércio, serviços e turismo. Um dos destaques desse objetivo foi a criação do projeto Sistema Fecomércio Perto de Você. Esse evento oferece serviços gratuitos para a população, como assistência, orientação nutricional, serviços odontológicos, vacinas contra Covid, oficinas de gastronomia, de moda, beleza e saúde. Para este ano, está marcado um evento por mês, em cidades diferentes.

Operação Cash Delivery caminha para arquivamento definitivo. Ação inédita busca corrigir injustiça cometida contra o ex-presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes, e que vai beneficiar também o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo

 



Com a comprovação das graves e contundentes manipulações que tornaram ilegais todos os atos deferidos ontra o ex-presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Agetop), Jayme Eduardo Rincón, e o ex-Governador de Goiás, Marconi Perillo, o Supremo Tribunal Federal (STF) extingue a operação Cash Delivery.


Fotos: Junin Souza.

 

A defesa realizada pelos advogados Romero Ferraz Filho, do escritório Romero Ferraz Advogados, e Cristiano Zanin Martins, do escritório Teixeira Zanin Martins & Advogados, mostrou como ocorreu usurpação e manipulação de competência no julgamento. Os escritórios parceiros são os responsáveis por esta defesa que acarretou a maior decisão jurídica da história do Estado de Goiás.

 

  1. Na tarde da quinta-feira, 28 de abril, o Ministro do STF, Gilmar Mendes acatou o pedido de Habeas Corpus dos advogados em sua decisão:

 

"No caso em análise, entendo que houve duas violações à garantia do juiz natural, tendo em vista: a) o indevido fracionamento do feito perante o STJ, com a artificiosa divisão dos processos relativos às infrações penais eleitorais e aos crimes comuns; b) a atuação dos órgãos de primeira instância, que se utilizaram de instrumentos de by-pass processual para tentar modificar o juiz competente para processar e julgar os fatos investigados. (destacou-se)

(...)

Ante o exposto, concedo parcialmente a ordem de habeas corpus, com base no art. 192 do RISTF, para reconhecer a incompetência da Vara Criminal de Goiás, com a declaração de nulidade dos atos decisórios e da denúncia apresentada pelo MPF/GO nos autos do processo no. 10252-43.2018.4.01.3500, que deverá ser remetido, junto com todos os procedimentos conexos, à 135ª Zona Eleitoral de Goiânia. Publique-se. Intimem-se. Cumpra com urgência."

 

Pela tese defendida e apresentada pela defesa e aceita pela Justiça, houve manipulação dolosa de competência desde o princípio da ação, ainda no STJ, quando – mesmo os termos das delações serem retinentes à questão, exclusivamente, eleitoral – este acatou parecer do Ministério Público Federal (MPF), desmembrando o processo em que duas vertentes, para os quais se compartilhou cópia integral do processo para a Justiça Federal e Justiça Eleitoral. A tese da defesa apela para jurisprudência pacífica do STF, que em ações anteriores já havia decidido que a Justiça Eleitoral é quem teria competência para avaliar o rumo das investigações, especialmente pelas delações serem exclusivas à caixa dois de campanha.

 

"O Ministério Público é uma instituição muito importante, por isso, nós não podemos permitir que abusos sejam praticados, que procuradores e promotores usem seus cargos para atingir alvos pré-determinados. E isso, infelizmente, aconteceu na Lava Jato no caso do ex-presidente Lula e agora vemos também, no caso de Goiás, isso sendo reconhecido", conclui advogado Cristiano Zanin. O Ministério Público tem que manter a legalidade, moralidade e impessoalidade, jamais usando o poder do Estado para perseguir pessoas ou empresas, conclui.

 

Dessa forma, o processo passa a ser analisado apenas pela Justiça Eleitoral e caminha para novo arquivamento, diante da jurisprudência sobre casos semelhantes de caixa dois em campanhas e, especialmente, por ter a Justiça Eleitoral, no ano passado, ter reconhecido a ausência de crime eleitoral, quando determinou a remessa para a Justiça Federal, consagrando o by-pass processual defendido pela defesa.

 

Em razão da envergadura da tese, o pedido de mérito foi aceito, acarretando a nulidade (absoluta) de todos os atos proferidos pelas autoridades incompetentes, que decidiram violando a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) no caso da Operação Cash Delivery. Foi parcial, porque não determinou o arquivamento, mas sim a remessa dos autos para a Justiça Eleitoral, embora, como dito, no ano passado, a Justiça Eleitoral reconheceu a ausência de crime.

 

Para o advogado Romero Ferraz Filho, com esta decisão, o STF corrige uma injustiça, que apenas foi possível com a manipulação dos fatos para atender a fins políticos, o que ficou muito claro pela "operação Lava-jato", sendo este caso caracterizado como a "Lava-jato do Cerrado", por sua semelhança nas práticas e processos.

 

"Esta decisão é de suma importância no cenário brasileiro, posto que restabelece a credibilidade da Justiça e desfaz a narrativa que, passados anos de investigação, não foi encontrado um só ato de corrupção, apenas narrativas para dar palco à oposição. E esse palco somente foi possível com a realização das medidas antecipadas (cautelares), que não preenchiam os requisitos legais, tanto que foram cassadas pela instância superior de forma imediata" avalia Romero Ferraz Filho.

 

Cristiano Zanin reforça que "esta é mais uma decisão, nesse caso, que demonstra a atuação dos representantes do Ministério Público Federal (MPF) nesse processo, que manipularam o judiciário para atingir fins eleitorais. À época, a derrota de Marconi, então candidato ao Senado Federal, viabilizando a corrida eleitoral de seu concorrente", finaliza.

 

Em coletiva realizada hoje, dia 03 de maio, o ex-presidente da Agetop, Jayme Eduardo Rincón, comemora a decisão "São dias em que as coisas estão sendo recolocadas no seu devido lugar e toda a armação que foi feita contra nós está sendo desarmada. Hoje, com essa coletiva, foi um dia de muita emoção, de muita gratidão e de muita confiança na Justiça".

 

Muito importante a cobertura da imprensa na coletiva de hoje, geralmente existe muitas veiculações quando a informação vem do Ministério Público ou outros órgãos ligados ao governo, muitas vezes em momento iniciais das investigações, mas hoje a imprensa abriu espaço para mostrar o outro lado da versão, de forma isenta e em busca da verdade para a população. Isso é liberdade", comenta Romero Ferraz Filho.


Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br

Fruto das viagens ao redor do mundo dos jovens empresários Tamara Lacerda e Lucas Meireles, o Trip Food – Comida Mochileira tem conquistado paladares e promete, em breve, encantar também quem busca, além da gastronomia, vivências sensoriais e visuais. É que os empreendedores anunciaram a terceira unidade do pub, que será a maior de todas e vai proporcionar experiências inéditas para o público em um novo endereço, que tem visão panorâmica para o conjunto arquitetônico da Pampulha. A inauguração está prevista para a segunda quinzena de maio.   

Após as restrições em virtude da pandemia, que impactaram todo o segmento de entretenimento e gastronomia, o Trip Food – Comida Mochileira recebe investimentos e expande a marca para mais uma região de Belo Horizonte. O negócio tem duas unidades em badalados endereços na capital mineira, sendo uma na Av. Alberto Cintra e outra na Rua Sapucaí, além de uma filial em São Paulo, no charmoso bairro da Vila Madalena. E, em breve, a Av. Portugal, na Região da Pampulha, passará a contar com um local que vai reunir experiências gastronômicas, sensoriais e visuais.

De acordo com os sócios do pub, a expansão do Trip Food é possível graças à aceitação do público nas unidades existentes. "Tanto na Alberto Cintra, quanto na Sapucaí, temos recebido excelente movimento e feedbacks positivos, tanto pela experiência gastronômica, quanto pelo conceito do Trip. Como deu certo em BH, decidimos empreender também em São Paulo e o feedback do público paulista também tem sido positivo. E agora vamos dar o maior passo da história, desde quando decidimos abrir a primeira loja, pois estamos ousando e construindo a maior unidade e oferecendo o que nenhum outro tipo de pub pode proporcionar ao público em BH", afirma Tamara Lacerda.

Lucas Meireles está animado e tem a expectativa de que a nova unidade do Trip Food se torne um ponto turístico. "Eu não me canso de apreciar a vista do nosso mirante. Ter a oportunidade de ver conjunto arquitetônico da Pampulha em um local agradável e tranquilo com certeza vai encantar quem vier de fora. Pode ser uma parada para que os turistas que vierem conhecer a nossa capital possam fazer fotos incríveis e ainda degustar comidas de todo o mundo, além de tomar uma bebida gelada. E para os engajados nas redes sociais, teremos cenários instagramáveis e salas sensoriais, ou seja, além de ter a imagem para postar, quem for lá vai se sentir como parte do cenário", revela o empreendedor.

Quando o sócio do Trip Food diz que o público vai se sentir parte dos cenários instagramáveis é porque cada detalhe foi criteriosamente planejado para que os visitantes possam sentir as experiências. Ainda fazendo mistério sobre o que terá por lá, ele afirma que será algo totalmente inédito em Belo Horizonte. "Se você estiver em um cenário que passa a ideia de calor, realmente vai sentir calor. Se for em um lugar úmido, vai se sentir como se estivesse em uma floresta e se for frio, pode levar o casaco, pois vai ser realmente congelante. Em breve soltaremos spoilers das nossas salas sensoriais por meio das nossas redes sociais", explica.  

A nova unidade na região da Pampulha está sendo construída na Avenida Portugal, nº 2390, e ocupa todo o último andar do prédio.  O novo Trip Food ocupa X m² e tem capacidade para até 600 pessoas e várias possibilidades de utilização, desde o happy hour, passando pelo receptivo de turistas até eventos corporativos.  

Sobre o pub

O Trip Food – Comida Mochileira é fruto da paixão e Tamara Lacerda e Lucas Meireles por viagens e sabores. O restaurante foi criado após um "mochilão" que fizeram pela Europa. Diante das andanças, eles começaram a observar a comida de rua de cada país. "Cada uma representava uma cultura culinária diferente, quão gostosas eram e o quão populares eram, afinal de contas, mochileiros não tem dinheiro para frequentar restaurantes de alta culinária", conta Tamara Lacerda.

De volta ao Brasil, a ideia de trazer esses lanches diferentes, multiculturais e com preços acessíveis foi tomando forma eles resolveram apostar na ideia de trazer exatamente o clima de viagem que tanto adoram, não apenas nos sabores, mas também no ambiente.  Foi aí que Tamara e Lucas transformaram a paixão por conhecer culturas e sabores diferentes em uma oportunidade de negócio. Os jovens empreendedores decidiram abrir a primeira unidade do restaurante Trip Food, na Rua Alberto Cintra, famosa por ser uma região badalada de Belo Horizonte. O estabelecimento, que fica localizado no número 105, conta com um cardápio variado com diferentes delícias de comida de rua de vários países.

Muito além de uma experiência gastronômica, o objetivo do Trip Food – Comida Mochileira, é proporcionar intercâmbios culturais. "A intenção é passar a sensação de estar à vontade num hostel, na casa de um amigo, de trocar experiências e dicas", conta Lucas Meireles, que, inclusive, abre as portas do estabelecimento para encontros de estudantes de línguas estrangeiras e, claro, mochileiros.

Após o sucesso do Trip Food – Comida Mochileira da Rua Alberto Cintra, os empreendedores decidiram apostas em outra unidade, no bairro Floresta (Rua Tabaiares, nº 73 – esquina com Rua Sapucaí, Floresta, Belo Horizonte/MG). No novo endereço, eles montaram um grande quintal, decorado com objetos e pinturas que remetem a diversos locais por onde Tamara e Lucas passaram.

E em dezembro de 2019, o Trip Food rompeu fronteiras e chegou em São Paulo. O local escolhido para sediar a filial na capital paulista foi um espaço na Vila Madalena (Rua Mourato Coelho, 972, Vila Madalena, São Paulo/SP), região conhecida nacionalmente por ser reduto de bares na maior cidade do país.

O cardápio das unidades do Trip Food – Comida Mochileira é atualizado constantemente de acordo os novos lugares visitados pelos seus proprietários. Para se ter uma ideia, Tamara e Lucas já passaram por cerca de 30 países e incontáveis localidades em território nacional. Quem ganha com todas essas andanças é o público, que pode fazer verdadeiras viagens através do paladar e, em breve, também por meio das sensações.

 

Trip Food – Comida Mochileira

Belo Horizonte

Endereços:

Rua Alberto Cintra, 105, União

Rua Tabaiares, 73, Floresta

Avenida Portugal, 2390, Santa Amélia  (inauguração em breve)

Redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/tripfoodbh/

Instagram: @tripfoodbh

 

São Paulo

Endereço:

Rua Mourato Coelho, 972, Vila Madalena

Redes sociais:

Instagram: @tripfoodsp

Facebook: https://www.facebook.com/tripfoodsp/

 

 


Livre de vírus. www.avast.com.
A empresária Joseane Pereira recebeu convidados entre amigos, parceiros e profissionais da comunicação para apresentar o conceito 2022 da Mostra Kzulo de Arquitetura, Decoração, Design e Paisagismo, prevista para acontecer entre setembro e outubro deste ano.  A organização aposta no poder da cultura do Estado com o tema Riquezas de Goiás com o qual os profissionais terão a oportunidade de abusar da sua criatividade para mostrar a cultura, o turismo, a economia, o esporte e a arte em ambientes que serão montados na casa da Enec Engenharia, na T3 em Goiânia.  



Fotos: @w.imagine 
www.girocomunicacao.com.br 
 

 



As camisetas custam R$95 e podem ser adquiridas pelo site da Lumas (www.lumasfly.com.br)

Neste domingo (08) é comemorado o Dia das Mães e a Lumas, marca brasiliense que reforça o empoderamento feminino, lançou um cápsula especial para a data. O tema para a coleção é sobre a maternidade real.

A cápsula foi criada em conjunto com a designer da marca, Natália Gomes. A especialista é mãe solo e já enfrentou muitos desafios para conciliar a maternidade, o trabalho e as necessidades pessoais como mulher.

“A sociedade cobra das mulheres um amor incondicional pelos filhos que passa por cima do amor próprio. As mães enfrentam estresse e depressão se colocando em segundo lugar”, pontua a designer.

A nova coleção também traz um assunto muito criticado pelas pessoas: as mães querem passar um tempo sem os filhos. De acordo com a proprietária da marca, a sociedade cobra das mães um cuidado em tempo integral sem direito ao descanso.

“Por causa da cobrança que a sociedade faz, as mães se sentem culpadas por se sentirem cansadas dos filhos. Sempre vimos 'famílias margarina', a família tida como perfeita, então quando queremos distância dos filhos temos até vergonha de assumir isto. Sempre romantizamos a maternidade, sim, amamos nossos filhos, mas às vezes ficamos cansadas e queremos ficar sem eles”, explica Fernanda Sales.

Inspiração para as frases:

A mãe tá on, e roteando" - quer dizer que a mãe não só pode como deve ser mãe e continuar sendo mulher, buscando aperfeiçoamento profissional, relacionamentos, tendo vida sexual, focando nos seus prazeres e sonhos.

"A mãe tá off e se cuidando" -  significa que a mulher pode  sim amar os filhos, mas precisa de um descanso da maternidade para olhar para ela.

"A culpa materna não é culpa da mãe" - as mães se sentem culpadas, mas a raiz desta culpa é a cobrança social.

Além disso, a coleção conta com duas opções de canecas também com frases especiais estampadas. Cada uma custa R$40.

Onde comprar?

As camisetas custam R$95 e podem ser adquiridas pelo site: https://www.lumasfly.com.br

Sobre a LUMAS

É uma marca genuinamente brasiliense de camisetas que tem o propósito de enaltecer a força e protagonismo feminino. 

As blusas têm frases que reforçam a potência das mulheres e, claro, para todos os tamanhos, além de ser um  negócio sustentável.
A Polícia Militar do Estado de Goiás faz uma cerimônia de homenagem aos 91 anos do cabo veterano Deocleciano Máximo Neto, nesta quarta-feira, 4 de maio. A cerimônia honrosa  será realizada no  Comando da Academia de Polícia Militar em Goiânia.   Deocleciano é um dos mais antigos membros da corporação com vida.  São 62 anos integrando a corporação. Desde 1982 ele está na reserva como cabo reformado.



Para a cerimônia, que acontece às 7h30, são esperadas mais de 100 pessoas entre autoridades, amigos e familiares. O prefeito de Goiânia,  Rogério Cruz; o prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano, e o secretário Estadual de Segurança Pública, Coronel Renato Brum  são nomes confirmados para a homenagem que terá revista às tropas e apresentação da banda da Polícia Militar.

Saiba mais sobre Deocleciano Máximo Neto
Aos 91 anos, Deocleciano Máximo Neto é um homem que deve ser visto como exemplo pela sociedade brasileira. Esposo, pai e avô ele tem a honestidade, a retidão e o amor a Deus como valores principais e fundamentais na sua vida. Guerreiro e determinado é um dos policiais militares de Goiás com mais tempo de casa. Já são 62 anos integrando a corporação. Desde 1982 ele está na reserva.

 Deocleciano ingressou na  Polícia Militar do Estado de Goiás em 1960 como soldado e se aposentou em 1982 como cabo. Atuou por 5 anos no Comando Geral e por 18 anos no Palácio do Governo. Quando questionado sobre a importância da Polícia Militar para sua vida, seu Deocleciano é enfático ao dizer que foi a Polícia que te deu sabedoria e reforçou seus bons valores.

O passado
Ele recorda que não é Goiano, mas filho da cidade de Floriano no Piauí, e onde saiu a pé em busca de melhores condições de vida. Andando ele foi até Pedro Afonso, no Tocantins. Foram 1059 km percorridos em busca de uma vida mais digna. Esforço que deu muito certo.

Logo que chegou na cidade, Deocleciano foi  trabalhar em uma charqueada, que era uma espécie de matadouro que depois do gado abatido  trata o couro para fabricação de sapatos, bolsas e cintos. Após um ano na cidade, ele já havia aberto um comércio. Anos depois levou o comércio para Porto Nacional, que na época era um importante centro comercial para a região. De Porto Nacional, Deocleciano se mudou para Goiânia. Dessa vez a viagem foi de avião. Na capital de Goiás,  ingressou na Polícia Militar e construiu uma nova história.

Após ir para a reserva da Polícia Militar de Goiás, Deocleciano Máximo voltou para o Tocantins onde se tornou delegado da Polícia Civil .  Como delegado da Polícia Civil voltou a defender a sociedade e os valores que priorizavam a família.

Hoje, aos 91 anos,  a história de Deocleciano Máximo é de grande orgulho para seus 11 filhos e 45 netos, 11 bisnetos e para a Polícia Militar de Goiás, que hoje o homenageia.

O Instituto YoGamers do Bem, instituição sem fins lucrativos do empresário e streamer Felipe "YoDa" Noronha, anuncia o retorno de suas aulas presenciais para o dia 9 de maio (segunda-feira), com todos os protocolos de segurança necessários, cerca de dois anos após a suspensão provocada pela pandemia da covid-19.

Na próxima quinta-feira, dia 5, às 18h30, YoDa será presença ilustre em Pedro Leopoldo, Minas Gerais, para celebrar o início do ano letivo da Turma 2022. Na ocasião, ele também será condecorado com a medalha de honraria Chico Xavier, entregue pela Câmara Municipal de Pedro Leopoldo. Esse é um título concedido a pessoas físicas que notoriamente tenham prestado relevantes serviços para o progresso e desenvolvimento do Município.

O Gamer esteve na cidade pela primeira vez em 2019, quando, em parceria com a Fundação Cultural Chico Xavier (FCCX), deu o pontapé inicial ao seu projeto social, cuja missão é promover inclusão digital e transformação sociocultural para crianças e adolescentes de escolas públicas de Pedro Leopoldo e Confins - cidades da Grande BH.

"Fico muito emocionado e honrado em receber a Medalha de Honraria Chico Xavier, fruto de um trabalho árduo e genuíno de muitas pessoas, que sempre estão querendo promover o bem e ajudar os outros", celebrou YoDa. "Será uma emoção muito grande poder voltar à Pedro Leopoldo, depois de tudo que passamos nos últimos anos, para dar continuidade às aulas presenciais e anunciar grandes novidades do Instituto YoGamers do Bem. Eu aprendo muito mais do que ensino quando conheço os alunos, todos cheios de dedicação e sonhos, em um universo que transformou minha vida. Só posso agradecer a todos que trabalham muito para esse projeto acontecer, aos novos e antigos parceiros e aos pais dos alunos, que são fundamentais para incentivá-los nessa trajetória", concluiu o gamer, presidente do Instituto YoGamers do Bem.

A cerimônia de abertura das Turmas 2022 será realizada na Faculdade Pedro Leopoldo que, neste ano, passa a ser uma nova casa para as aulas do Instituto YGB, que vai atender crianças de 10 a 14 anos. Outra novidade na retomada das aulas será a parceria também com a Escola do Sebrae de Pedro Leopoldo - a Escola de Formação Gerencial FPL, na Fundação Pedro Leopoldo - que atenderá crianças de 15 a 17 anos. O Instituto YGB já formou 77 alunos nos últimos anos - em dezembro, projeta formar mais 120 crianças. Os cursos são ministrados no contraturno escolar.

Para o professor Régis André, diretor da Faculdade Pedro Leopoldo (FPL), o projeto YoGamers do Bem é de grande importância para a população. "A iniciativa proporciona a crianças e adolescentes da rede púbica da região, além dos jovens e adultos da FPL, o acesso à inclusão digital, possibilitando a inserção deste seleto grupo no processo contemporâneo de mudanças significativas nas modernas tendências educacionais, culturais, sociais e científicas que todos nós estamos vivenciando na atualidade. Com a experiência de excelência educacional, cultural e social na prestação de serviços e atendimento da população regional por mais de 53 anos, a FPL participa do projeto somando apoio logístico e educação de qualidade, com total comprometimento com a formação moderna e tecnológica dos estudantes, reforçando o valor da educação, das pessoas, da família e da sociedade", salienta.

A Fundação Cultural Chico Xavier, que não é religiosa, sem fins lucrativos e nenhum vínculo político-partidário, é uma das parceiras do projeto. O diretor-presidente, Jhon Harley, destaca que a entidade atua como um elo entre o Instituto YGB e as prefeituras de Pedro Leopoldo e Confins. "Estabelecemos boas parcerias e conseguimos realizar este projeto em 2019. E agora, retomando após as restrições da pandemia, vamos proporcionar experiências enriquecedoras aos alunos, sobretudo de escolas públicas indicadas pelos municípios, que serão beneficiados por esta iniciativa socioeducativa", afirma.

A metodologia de ensino do Instituto YoGamers do Bem – desenvolvida pela responsável técnica e especialista Adriana Noronha, sócia e vice-presidente do YGB – é baseada em três pilares: Social, Educacional e Laboral (novas profissões relacionadas às áreas de Games e Tecnologia). Para que as crianças trabalhem sua autoestima e possam estar preparadas para a profissionalização e empregabilidade no futuro, o YGB acredita ser fundamental, além da capacitação técnica, promover suporte psicológico aos pais e alunos desde as primeiras etapas da vida.

Irabel Nascimento é mãe do adolescente João Gabriel Nascimento (15), que integrou a primeira turma da iniciativa. "Por ser uma pessoa muito tímida, o projeto ajudou muito o João na melhor interação social e na tomada de decisões e soluções para situações. Com isso melhorou muito sua autoconfiança e foi uma experiência incrível para ele e toda a família", destaca.

Além da parceria da Fundação Cultural Chico Xavier, o Instituto YoGamers do Bem conta com a parceria da HyperX, marca da qual YoDa é um dos embaixadores, e do Banco Safra. 


SOBRE YOGAMERS DO BEM

O Instituto YoGamers do Bem é uma instituição sem fins lucrativos, com total comprometimento com a sociedade. Tem como objetivo principal promover a inclusão tecnológica, o conhecimento ao universo gamer e a transformação sociocultural de jovens a partir de 10 anos de idade, matriculados em escolas públicas.

O projeto nasceu inicialmente na empresa SehLoiro, fundada por Felipe 'YoDa' Noronha, streamer, atleta campeão brasileiro de eSports, empresário e um dos maiores empreendedores do mercado Gamer do Brasil.

A ideia foi desenvolvida por YoDa, familiares, colaboradores, fãs e a comunidade gamer. Através do conhecimento e das oportunidades, é possível transformar a vida de inúmeras famílias. Com base nesses preceitos, o corpo diretivo do Instituto YGB é formado por YoDa (Presidente), Adriana Noronha (Vice-Presidente), pelo pai do streamer, Márcio Noronha (Diretor Operacional) e pelo avô, Marco Antonio Piller (Diretor Financeiro). As psicólogas Alessandra Dutra e Gabriella Machado são conselheiras fiscais. Os profissionais do segmento gamer que também compõem o Conselho são Yuri Freire (Presidente) e Eduardo Enrietti (Diretor).

 


Livre de vírus. www.avast.com.

Com a montagem a todo vapor, a estrutura da 5ª edição do Festival Sertanejo já está tomando forma no Gigante da Pampulha. Neste sábado, 7 de maio, a partir das 14h, a Esplanada do Mineirão (Av. Antônio Abrahão Caram, 1001 – São José, Belo Horizonte – MG) sedia o retorno do evento, que ficou dois anos sem ser realizado em virtude das restrições impostas pela pandemia. Mas chegou a hora de comemorar o reencontro, com os shows de Gabi Martins, Zé Neto & Cristiano, Os Barões da Pisadinha, Murilo Huff, Diego & Victor Hugo, Douglas & Vinícius, Dennis, DJ DH e Fellas, que se revezarão no palco duplo no primeiro dia da festa. Os últimos ingressos estão disponíveis por meio do site www.nenety.com.br.

Criado no ano de 2015 com o intuito de reunir em um só espaço artistas que nem sempre tinham agendas de shows na capital mineira, desde a primeira edição, o evento é realizado na Esplanada do Mineirão, reunindo os maiores nomes da música sertaneja e milhares de fãs. Para este ano, o festival comemora a 5ª edição de uma forma diferente, já que pela primeira vez será realizado em dois sábados consecutivos.

Atrações do primeiro sábado (07/05)

Gabi Martins

Estourada nas rádios e nas redes sociais, a cantora mineira cresceu em um berço musical, sendo desde pequena, incentivada pela sua família a se dedicar a música, até que aos 16 anos de idade, começou de vez a cantar. Mas antes da fama, Gabi Martins cursou os primeiros períodos de odontologia, mas não concluiu, foi modelo e estrelou várias campanhas publicitárias, chegando a postar covers de músicas internacionais no YouTube. Pela dedicação, ganhou notoriedade quando sua canção Menina de 18, estourou na mídia levando a lançar logo depois a faixa Neném, que teve mais de 19 milhões de acessos no YouTube. Além disso, a cantora participou do reality Big Brother Brasil 20 e teve a chance de se apresentar em uma festa country do programa, mostrando todo o seu talento ao público. Hoje ela tem mais de 800 mil ouvintes no Spotify e ultrapassa os 1 milhão de inscritos no Youtube.

Zé Neto & Cristiano

A dupla que já é referência da nova geração sertaneja, é um dos maiores nomes do estilo musical no Brasil. Naturais de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, Zé Neto & Cristiano se conhecem desde os três anos de idade. Apaixonados pela música, ambos seguiram caminhos diferentes em suas vidas, mas, no ano de 2011, eles se reencontraram e estabeleceram a parceria pela busca do mesmo sonho, cantar. A partir daí, o trabalho trouxe o amadurecimento artístico na carreira e assim, eles lançaram dois álbuns até 2014 e, em 2015, alcançaram definitivamente a consagração nacional! De lá para cá, um sucesso atrás do outro, como o bem cotado DVD - "Por Mais Beijos Ao Vivo (2019)", que é o quarto da carreira da dupla e que foi gravado em Belo Horizonte, Minas Gerais. Recentemente, com o EP - "Chaaama (2021)", que traz seis novas músicas, eles figuram entre os artistas mais ouvidos do Spotify.

Os Barões da Pisadinha

De origem baiana, mais precisamente da cidade de Heliópolis, na Bahia, Os Barões da Pisadinha vem estourando nos paredões e festas por todo o país. O grupo teve início em meados de dezembro de 2015, quando o vocalista Rodrigo Araújo Neves cantava em outra banda chamada Tops da Balada e conheceu o músico multi-instrumentista Felipe Santana Mota, que naquela situação era guitarrista da tal banda de forró. Desde então, decidiram modestamente montar o grupo, na época chamada de Barões do Forró. No início, muita dificuldade, mas com o apoio dos amigos da cidade de Heliópolis, onde a banda se formou, e da região, começaram a se apresentar em todos os eventos. Até que com a prática de postar com frequência CDs atualizados no Youtube, o som diferenciado do grupo começou a se espalhar por todo o território nacional, chegando ao conhecimento de ouvintes até nos Estados Unidos da América. A partir daí, passaram a rodar o Brasil levando muita diversão e alegria ao público.

Murilo Huff

Nascido em Goiânia, filho de Zaida Huff e Dagmar Huff, Murilo começou no cenário musical como compositor. Teve composições gravadas por vários artistas, como Michel Teló, Bruno & Marrone, Lucas Lucco e Naiara Azevedo. Em 2017, Murilo começou a ganhar projeção como compositor, com a gravação de Transplante, pela cantora e compositora Marília Mendonça. No ano seguinte, ela gravou outra composição de Huff, Bem Pior Que Eu, que também foi um sucesso comercial. Em 2018, Huff estreou carreira solo e lançou o álbum Pra Ouvir Tomando Uma, que ganhou notoriedade especialmente pela música Dois Enganados, com participação de Marília, na época sua namorada. O projeto ganhou uma continuação em 2021, chamado Pra Ouvir Tomando Uma 2. As canções Uma Ex, Frieza e Desejando Eu receberam, respectivamente, certificações de disco de platina duplo, disco de platina e disco de diamante duplo.

Diego & Victor Hugo

Com o mesmo profissionalismo de sempre, a dupla Diego & Victor Hugo, vem se destacando no cenário brasileiro através dos sucessos "Prefiro Nem Perguntar", "Do Copo Eu Vim", "A Culpa É Do Meu Grau" e "O Alvo e Infarto" e prova disso, é que hoje eles têm mais de 1 milhão de seguidores no Instagram. No entanto, para chegar até aqui eles trilharam um caminho que começou em 2009, em Uberlândia, fazendo sucessos que ficaram conhecidos nas vozes de Wesley Safadão, Henrique & Juliano e Bruno & Marrone, até que em 2014 as coisas mudaram! Com os álbuns "Diego & Victor Hugo (2014)", "No Seu Mundo (2016)" e os registros ao vivo, "Sem Contraindicação (Ao Vivo em Uberlândia) (2017)", "Querosene e o Violão (2018)", "Ao Vivo em Brasília (2019)". E "Verãozinho (2020)", eles se tornaram nomes indispensáveis no sertanejo.

Dennis

Com mais de 20 anos de carreira, Dennis é hoje um dos nomes mais populares da cena eletrônica e funk brasileira. Suas apresentações no concorrido "Baile do Dennis" e nos maiores eventos e festas atraem uma enorme legião de fãs que lotam os shows e alavancam a audiência de seus vídeos, podcasts, programas de rádio e redes sociais

Não foi do dia para noite que o produtor se transformou no fenômeno da atualidade. Sua trajetória teve início aos 13 anos, quando passou a tocar em festinhas do bairro. Aos 15, já fazia casamentos e grandes eventos e, aos 17, teve seu primeiro programa de rádio na extinta Imprensa FM. Na mesma época, entrou para o time de DJs da mítica equipe de som "Furacão 2000". Logo destacou-se na cena funk carioca, lotando as pistas e, aos poucos, transformou-se no mais disputado DJ, produtor musical e compositor de hits do segmento.

Douglas & Vinícius

Coincidências na vida e na arte são parte constante na história de Douglas e Vinícius. Ambos são mineiros; começaram a carreira muito cedo, por influência familiar; cursaram faculdade de engenharia na mesma cidade – Poços de Caldas/MG; tocavam em barzinhos e festas universitárias; seus nomes artísticos são os mesmos de batismo, dentre tantos outros acasos da vida. Os mineiros oficializaram a formação da dupla em 2013, mas foi em 2019 que tiveram os seus nomes reverberados em virtude do talento da dupla, quando gravaram o terceiro CD e segundo DVD, batizado de 'Douglas e Vinícius Ao Vivo no Golf Estate', que trouxa a música 'Figurinha', com participação de Mc Bruninho, divulgada no canal oficial da dupla em junho de 2020 e tem mais de 228 milhões de visualizações.

O hit figurou entre as três músicas mais ouvidas do país no Spotify por semanas, esteve presente também no Top 200 mundial e Top 200 Portugal da mesma plataforma. Além de ter sido uma das top 10 faixas mais ouvidas do país em outros aplicativos de música. Sem contar que, em dezembro de 2020, ela atravessou oceanos e viralizou no app TikTok da Indonésia, com milhões de criações e visualizações com a música o que fez com que 'Figurinha' chegasse ao primeiro lugar das canções mais ouvidas do país em outra plataforma, o Spotify.

Em agosto de 2021, gravaram na capital paulista o novo projeto audiovisual "Douglas e Vinícius Ao Vivo em São Paulo", com participações especiais de Maiara & Maraisa, Tierry e Zé Neto & Cristiano. Ao todo, três volumes do novo trabalho já se encontram disponíveis em todas as plataformas de música e no YouTube, acumulando milhões de streams. 

Atrações do segundo sábado (14/05): Henrique & Juliano, João Gomes, Zé Felipe, Alok, Israel e Rodolffo e DJ DH

 

Ingressos e setores

Os últimos ingressos, que estão disponíveis na modalidade individual e passaporte, podem ser adquiridos por meio do site www.nenety.com.br.

Passaporte Arena (07 e 14/05) - 2º Lote: R$120,00

Camarote Nosso Sertanejo - Masculino (14/05) - 3º Lote: R$240,00

Passaporte Camarote (07 e 14/05) - 4° Lote: R$240,00

Passaporte Front Stage (07 e 14/05) - 4° Lote: R$310,00

Arena - Dia 07/05 - 1º Lote: R$80,00

Arena - Dia 14/05 - 2º Lote: R$90,00

Camarote - Dia 07/05 - 1º Lote: R$120,00

Camarote - Dia 14/05 - 3º Lote: R$160,00

Front Stage - Dia 07/05 - 2º Lote: R$190,00

Front Stage - Dia 14/05 - 3º Lote: R$220,00

Black Feminino - Dia 07/05 - 5º Lote:  R$420,00

Black Masculino - Dia 07/05 - 5º Lote: R$480,00

Black Feminino - Dia 14/05 - 5º Lote: R$480,00

Black Masculino - Dia 14/05 - 5º Lote: R$520,00

*Front Stage (De frente para o palco)

* Black (Open bar e open food: whisky 8 anos, vodka importada, gin, cerveja, refrigerante, suco, água e salgados finos) Acesso ao setor Front Stage.

Classificação:

* Arena, Camarote e Front Stage (14 anos)

* Black (18 anos)

 


Livre de vírus. www.avast.com.

Boazinhas